Setembro Amarelo- Mês de Prevenção ao Suicídio

 Setembro Amarelo- Mês de Prevenção ao Suicídio

Divulgação

Com a pandemia do novo coronavírus, a necessidade do alerta à sociedade em relação aos impactos negativos à saúde mental se torna maior e deve-se ter mais cautela. Consequências como o desemprego, medo, perda de familiares e/ou amigos causam estresse, ansiedade e depressão, fatores que aumentam consideravelmente o número de casos de atentados à própria vida. Além disso, com o isolamento social, o fato de as pessoas terem menos atividades presenciais dificulta ainda mais para que alguém próximo perceba os sinais de alerta.

“A maioria das pessoas que tentam suicídio percebem os sinais de que isso possa acontecer e, normalmente, pedem ajuda médica. Contudo, com a quarentena, a pessoa tende a ter um comportamento mais introvertido, mantendo-se triste, e até mesmo apresentar condutas suicidas, como a falta de valorização própria e dos autocuidados. Um exemplo é a pessoa diabética que come açúcar e não toma insulina ou o doente do coração que para de tomar o remédio”, explica o Dr. Marcel Fulvio Padula Lamas, Coordenador da Psiquiatria do Hospital Albert Sabin de SP (HAS).

Em tempos de pandemia, o ideal é manter-se sempre um contato, de preferência online, para que a pessoa que está com depressão ou ansiedade não fique muito tempo isolada. “Normalmente, a pessoa não quer se matar, praticamente nenhum suicida realmente quer. O que eles querem, na verdade, é aliviar uma enorme angústia emocional que estão sentindo, embora estejam lutando por dentro para não cometerem nada contra si mesmas”, diz o Dr. Lamas.


É importante salientar sempre que depressão não é “frescura” e sim uma doença que deve ser tratada e combatida como todas as outras. A melhor postura em relação às pessoas que estejam sofrendo de depressão é não menosprezar o que estão sentindo, pois, essas alterações estão machucando-as muito e de modo intenso. “Diante de uma pessoa depressiva, devemos acolhê-la e nos mostrar próximos. Mostrar que ela não está sozinha, que não é um peso e, mais do que qualquer outra coisa, auxiliá-la a procurar ajuda psiquiátrica e psicoterápica. Os dois caminhos associados são ideais para que dúvidas sejam esclarecidas e para que os pacientes possam se recuperar de seus quadros”, observa o médico do HAS.

De acordo com um estudo feito pela consultoria Eureka The Truth, 70% dos jovens brasileiros, que nunca haviam apresentados sintomas psiquiátricos, tiveram piora na saúde mental por causa do isolamento social.

Outros dados relevantes ao assunto são: (Fonte C.V.V)

No mundo todo, a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio. No Brasil, a cada 45 minutos alguém tira a própria vida;
90% dos casos de suicídio podem ser prevenidos ao conversar com a pessoa em risco;
Segundo dados do IBOPE, o suicídio ao redor do mundo está em queda, contudo, o Brasil está na contramão, onde o número de pessoas que atentam contra a própria vida cresce, principalmente entre os jovens;
Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que pessoas entre 15 e 24 anos compõem o maior grupo de risco de suicídio, sendo a segunda causa de morte de jovens ao redor do mundo. O relatório aponta também que é crescente o risco entre crianças de 5 a 9 anos;
A depressão é a principal causa do suicídio no mundo, seguido pelo uso de álcool e drogas;
As redes sociais compõem um dos ambientes mais favoráveis para o desenvolvimento de gatilhos para a depressão;
No ano passado, o Centro de Valorização da Vida (CVV) recebeu 351.427 ligações, o que equivale a 167 chamadas para cada 100.000 habitantes.
“Procurar ajuda profissional que esteja apta a entender melhor os problemas, e muitas vezes até salvar a vida, de alguém que esteja passando por esse tipo de problema é fator preponderante para evitar o mal maior, que é o suicídio. Todos merecem ter uma saúde mental adequada, portanto, não é necessário ter medo, preconceito ou qualquer receio em procurar o auxílio de um psiquiatra ou de um psicólogo. Muitas vezes, o indivíduo pode salvar uma vida só de dar essa oportunidade a si mesmo ou a terceiros”*, finaliza o Dr. Lamas.

*Em casos de extrema urgência, ligue 188- C.V.V – Centro de Valorização à Vida.

Para saber mais:

Hospital Albert Sabin (HAS): www.hasabin.com.br

Setembro amarelo: Era setembro de 1994, nos Estados Unidos, quando Mike Emme, de apenas 17 anos, cometeu suicídio. Infelizmente, a família do rapaz não conseguiu salvá-lo devido a não percepção dos problemas psicológicos que ele vinha enfrentando. Habilidoso em mecânica, Mike restaurou um Mustang 1968 e o pintou de amarelo. No velório do jovem, pessoas próximas montaram uma cesta com cartões e fitas amarelas. Essa triste história foi o estopim para a criação do movimento de prevenção ao suicídio Setembro Amarelo.

O CVV (Centro de Valorização da Vida) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat, 24 horas todos os dias pelo número 188 e pelo site www.cvv.org.br .

Hospital se torna referência na zona oeste de São Paulo.

Com 50 anos de experiência, Hospital Albert Sabin passa por revitalização completa e se posiciona como principal polo de saúde da Lapa e região.

Com a missão de promover a saúde, buscando a excelência dos processos assistenciais, melhoria contínua e eficiência operacional, a história do Hospital Albert Sabin de SP (HAS), que completou 50 anos em 2020, remonta aos anos 1970 com a aquisição da Lapa Assistência Médica. Nos anos seguintes, deu-se a construção do prédio que ainda hoje abriga o hospital.

Já a partir dos anos 2000, seus sócios iniciaram o processo de revitalização e modernização do hospital, através de reformas e da aquisição de novos equipamentos com tecnologia de ponta, culminando em 2016 com a ampliação e nova reforma, dobrando o número de leitos.

Humanização, cuidado, atenção e respeito são os valores que orientam todas as atividades da equipe e do centro médico como um todo, colocando à disposição dos pacientes equipamentos de última geração, que garantem mais segurança e altos índices de sucesso em cirurgias e tratamentos.

Os serviços oferecidos à população, sempre com alto grau de qualidade, são os mais completos e diversos, como:

Pronto atendimento 24 horas – Preparados para atender emergências e urgências com rapidez e eficiência, o Hospital Albert Sabin tem uma equipe multiprofissional de alto nível e conta com diversas especialidades, como Cardiologia, Clínica Geral, Ortopedia e Cirurgia Geral.
Internações de urgência e eletivas – Para procedimentos clínicos e cirúrgicos, oferece um atendimento humanizado com total tranquilidade, contando com apartamentos confortáveis e com completo serviço de hotelaria, UTI adulto, com profissionais preparados para atender aos pacientes em todos os procedimentos intensivos com total segurança e agilidade, e uma equipe de enfermagem treinada nos mais altos padrões de excelência. Dispõe também de enfermaria, com todo o conforto dos apartamentos, contudo, com dois leitos por instalação.
Cirurgias – Centro Cirúrgico com instalações de alta qualidade e o mais bem equipado da região, oferecendo atendimento com total segurança e cuidado nas mais diversas especialidades, como Cardiológica, Oncológica, Cirurgia Bariátrica, Ortopédica, Torácica, Otorrinolaringológica, Neurológica, Urológica, Ginecológica, Vascular, Plástica e Geral. Também, o Arco Cirúrgico proporciona maior precisão para realização de procedimentos, principalmente para as Cirurgias Ortopédicas, Neurocirurgias e Cirurgias Vasculares.
UCO (Unidade Coronariana) – Especializada no tratamento de pacientes adultos com problemas cardíacos que correm alto risco e necessitam de cuidados intensivos com monitoramento 24h. Equipe sempre preparada para prestar a assistência especializada necessária a todos os pacientes durante procedimentos cardíacos ou nos seguintes eventos: Dor Torácica, Síndromes Coronarianas Agudas, Insuficiência Cardíaca Descompensada, Arritmia Instável, Síndrome Aórtica Aguda e Síndrome Pós-Parada Cardiorrespiratória.
Especialidades – Com o intuito de atender as mais variadas necessidades de seus pacientes, o HAS conta com equipes em, praticamente, todas as áreas, como Arritmologia, Bucomaxilo, Cardiologia, Cirurgia Cardíaca, Cirurgia Geral, Cirurgia Plástica, Clínica Geral, Dermatologia, Endocrinologia, Fisioterapia, Gastroenterologia, Ginecologia, Hematologia, Infectologia ,Neurocirurgia, Neurologia, Nutrologia, Oftalmologia, Oncologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Proctologia, Psiquiatria, Urologia e Vascular..
Pensando sempre na comodidade de seus pacientes e tentando atender o maior número de pessoas que procuram o hospital, o HAS atende e trabalha com diversos convênios e planos de saúde.

O Hospital Albert Sabin também realiza exames laboratoriais, de imagens e cardiológicos, serviços de diagnose e terapia com o que há de mais moderno em termos de equipamentos e com qualidade profissional incomparável. Dentre esses serviços encontram-se a Anatomia Patológica, Broncoscopia, Colonoscopia, Doppler Transcraniano, Ecocardiograma, Ecodoppler, Eletrocardiograma, Endoscopia Digestiva Alta, Hemodinâmica, Prova de Função Pulmonar, Quimioterapia, Radiologia em Geral, Tomografia Computadorizada/Angiotomografia, Ultrassonografia e Ressonância Magnética/Angioressonância.

Impossível não se surpreender com a estrutura e a qualidade do Hospital Albert Sabin, adquiridos em 50 anos de trabalho árduo e abnegação pessoal de seus mantenedores e funcionários, visando sempre o bem-estar de seus pacientes, colaboradores e da população em geral que o procura. É realmente um centro médico completo e de excelência em todas as áreas que se propôs a atuar.

O hospital e seus profissionais atuam com protocolos de segurança e certificações internacionais para garantir processos seguros aos seus pacientes, acompanhantes e equipes. Vale ressaltar os esforços realizados pelo hospital na adoção de medidas de segurança, diante da pandemia de COVID-19, ao adotar entradas e instalações separadas para pacientes eletivos e a separação, no pronto socorro, de pessoas com suspeita de infecção pelo novo coronavírus já na triagem.

HAS: A sua vida tem o nosso cuidado!

Para saber mais: https://www.youtube.com/watch?v=M7W28Af8tKI

Link vídeo 50 anos: https://youtu.be/uNoHjdPVMVI

Serviço

Site: http://www.hasabin.com.br

IG: https://www.instagram.com/hospital_albertsabin/

In: https://www.linkedin.com/company/hospital-albert-sabin/

Facebook: https://www.facebook.com/hasabin.lapa

Leia também: CPAT de Campinas oferece 210 vagas para cursos gratuitos e on-line

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *