O mercado de trabalho no Brasil vem passando por mudanças e, com elas, profissões estão emergindo. Um destaque crescente é representante de vendas, que ocupa a terceira posição no ranking feito pelo LinkedIn após pesquisa que aponta as profissões com maior movimentação no período entre 2015 e 2019.

Segundo a plataforma, a profissão cresceu 109% ficando atrás apenas de gestor de mídias sociais e engenheiro de cibersegurança. Além da posição, a atividade se destaca por ser uma das únicas listadas que não é necessariamente ligada à área da tecnologia.

Como qualquer profissional, independentemente da área, os relacionados a venda também precisam de qualificação, sendo essa uma necessidade ainda maior agora, devido esta crescente demanda. Porém ainda há um tabu notável quanto a esses profissionais e às capacitações voltadas a eles  que são escassas quando comparadas a de outros ramos.

Para Carol Manciola, CEO da Posiciona, o profissional precisa ser autoridade no assunto para vender bem um produto e ela observa que “os consumidores não ‘engolem’ mais os antigos ‘tiradores de pedido’ que empurravam seus produtos para os clientes sem nem mesmo entender seu conceito”.

Por tanto, treinamentos e estudos na área são necessários. Algumas dicas da CEO de como o profissional representante de vendas pode se preparar durante essa fase crescente da profissão no mercado brasileiro são:

1- Conhecer o produto ou o serviço a ser vendido

É importante estudá-lo para saber seu diferencial, como é fabricado e de qual material é feito. Ter propriedade no assunto e saber tudo nos mínimos detalhes é essencial para efetivar a venda e ganhar a confiança do consumidor, criando a possibilidade de fidelizá-lo.

2- Entender o porquê de os clientes consumirem o produto ou serviço

Para isso, é essencial ouvir o cliente tornando o processo mais humano e personalizado, pois assim, o andamento é mais efetivo e satisfatório para o cliente.

3- Saber combinar produtos ou serviços que podem ser vendidos juntos

Esta é uma característica  importante, pois aumenta a possibilidade de produtos que um mesmo cliente pode comprar. Entender os clientes e quais são seus interesses é crucial para poder oferecer aquilo que seja de sua relevância.

4- Conhecer a política de preços

É preciso conhecer a fundo a tabela de preços, os eventuais descontos e todas as variações possíveis para entender, assim, a melhor maneira de negociar.

5- Humanizar o processo

Quanto mais humanizado, próximo e personalizado for toda a experiência de compra do cliente – pesquisa, compra e pós-venda-, maior será a identificação das pessoas e melhores serão os resultados de vendas.

Logo, se capacitar e não se acomodar é uma qualidade necessária no profissional de vendas, que precisa, assim como qualquer outro, atender às novas demandas do mercado e procurar qualificações destinadas à profissão.