Terminais de Campinas ganham novos totens de autoatendimento para recarga do Bilhete Único

 Terminais de Campinas ganham novos totens de autoatendimento para recarga do Bilhete Único

Foto: Transurc

Novos totens de autoatendimento da Transurc facilitam a recarga do Bilhete Único Comum e aceitam pagamento com cartão de crédito ou débito nos terminais


Os usuários de ônibus de Campinas ganharam quatro novos totens de autoatendimento (ATMs) para facilitar a compra de passagens e recargas do cartão comum nos terminais Central (que agora atende os Clientes com dois equipamentos), Ouro Verde, Barão Geraldo e Campo Grande.

A novidade reduz as filas nos guichês, pois os usuários podem pagar suas passagens e fazer as recargas do Bilhete Único Comum diretamente nos totens, e com o pagamento por meio de cartão de crédito ou débito.
Os primeiros totens de autoatendimento começaram a operar em Campinas, em novembro de 2020, sendo um no Terminal Central e outro no Terminal Metropolitano. A novidade foi bastante elogiada pelos usuários porque reduz as filas nos guichês e agiliza a compra, evitando aglomerações.

Os Clientes também aprovaram a forma de pagamento nos totens, que aceitam cartões de débito ou crédito. Tudo muito fácil e rápido, já que os equipamentos são autoexplicativos.
A expectativa é de que centenas de pessoas passem a utilizar os novos totens diariamente para a compra das passagens. Nos já instalados desde 2020, no Terminal Central e no Metropolitano, a média diária de utilização é de 550 e 300 compras, respectivamente.

Desde 2019, o pagamento das passagens nos ônibus de Campinas só pode ser feito com o QR Code ou com algum dos cartões da família Bilhete Único – Vale-Transporte, Comum, Escolar, Universitário, Idoso, Gratuito ou Especial.

Cerca de 99% dos usuários de ônibus de Campinas utilizam o Bilhete Único por conta das vantagens que ele oferece. Com o cartão comum, a passagem custa R$ 5,15, ao passo que no pagamento pelo QR Code, o valor é de R$ 5,60. Além disso, o BU proporciona a integração, ou seja, o uso de um segundo ônibus por um período de duas horas, pagando uma tarifa. Apenas a partir da segunda integração nesse período (embarque no terceiro ônibus) é cobrada uma taxa de R$ 0,45. O benefício é válido para todos os dias da semana.

Outra vantagem é a segurança dos motoristas e passageiros, pois, com o fim do uso do dinheiro para embarque não existem mais os assaltos. O Bilhete Único Comum é gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo não residente em Campinas, com a apresentação de CPF e RG.

As informações são da Transurc.
Leia também: Rinoplastia é a segunda cirurgia plástica mais realizada por homens no Brasil

Outras notícias