Transporte escolar de Paulínia, feito pela Sancetur, paralisa atividades mais uma vez

 Transporte escolar de Paulínia, feito pela Sancetur, paralisa atividades mais uma vez

Foto: Reprodução de TV

O transporte escolar na cidade de Paulínia mais uma vez foi paralisado na manhã desta quarta-feira, dia 19/06. Representantes do sindicato dos rodoviários de Campinas e região estiveram na garagem da empresa Sancetur para reivindicar reajuste de 6% nos salários.

Alguns ônibus conseguiram sair antes da chegada do sindicato, mas os demais ficaram parados até às 9h. A reivindicação acontece pois o reajuste da empresa foi de 5%, enquanto a Passaredo, que faz o transporte urbano, reajustou os salários dos funcionários em 6% e por isso, o pessoal da Sancetur quer a diferença de 1%.

Também estão sendo solicitados reajustes de 8% nos benefícios, além de participação nos lucros e resultados. Até o momento não houve informação se a categoria e a empresa chegaram a algum acordo.


Em abril o vice-presidente do sindicato Izael esteve na garagem da empresa e bateu boca com o dono da Sancetur, o ex-vereador Marquinho Chedid. Na ocasião Izael queria que fossem devolvidos R$ 90,00 cobrados pelo presidente do sindicato, Matusalém de Lima. O dinheiro foi devolvido.

Da Redação ODC.

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *