A “colossal” casa noturna Rhodes

 A “colossal” casa noturna Rhodes

A Rhodes foi uma casa noturna que abriu suas portas em Campinas no ano de 1998 e fez muito sucesso em seu período de atividade. Como em todas as casas que já abriram e fecharam na cidade, começaram com muito glamour, preços altos e público específico e terminaram nas tradicionais matinês para atrair pessoas mais jovens.

Antes da inauguração, os proprietários da casa promoveram um desfile com a estátua do Colosso de Rodes, estátua gigantesca que foi colocada na fachada do prédio. A estátua passou em um caminhão pelas principais ruas e avenidas do Centro de Campinas para anunciar a abertura do mais novo ponto de diversão noturna da região.


O local era muito bem montado e bonito, com uma pista de dança em formato redondo e com degraus nas laterais. Depois de um tempo, a imprensa campineira, por algum motivo (não acreditem que fizeram isso por serem bons e fazer um serviço público, muitos interesses econômicos estavam envolvidos), passou a publicar matérias sobre brigas que aconteciam dentro e nas imediações da Rhodes, o que obviamente afastou o público. Para sobreviver, a casa diversificou sua programação e começou as tradicionais matinês dominicais, mas não durou muito tempo.

A Rhodes ficava na Vila Costa e Silva, onde hoje é o Santuário Maria Desatadora dos Nós, que se instalou no local logo após o fechamento da casa noturna. As fotos da casa são do fotógrafo Carlos Bassan.

Da Redação ODC com fotos de Carlos Bassan, do blog bybassan.

Outras notícias

1 Comment

  • ERRATA!!!
    A Rhodes ficava no Jd Santa Genebra e não na Vila Costa e Silva

Comments are closed.