Usina de Compostagem de Campinas deverá entrar em operação em até 40 dias

22

A usina de compostagem da cidade de Campinas deverá entrar em operação no máximo em 40 dias. Tudo que for coletado entre galhos, palhas, frutas e troncos serão levados para Fazenda Santa Elisa, onde será processado e virará adubo.

Hoje, todo esse lixo é levado pela empresa Estre até seu aterro sanitário, que fica em Paulínia. Com a nova usina, Campinas deverá economizar bastante com o encurtamento do transporte e o processamento próprio.

O projeto custou cerca de R$ 10 milhões e ficou pronto após três anos. Todos os trâmites feitos juntos à Cetesb também já foram concluídos, por isso falta agora apenas a contratação de uma empresa para a operação da usina.

Parte do adubo gerado será usado pela própria prefeitura em áreas públicas e o restante vai ser encaminhado para o Ceasa, onde será vendido ao público em geral.

Da Redação ODC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui