Uso de cloroquina para pacientes com o novo coronavirus é visto com reservas por médicos

107

O uso ou não da cloroquina para o tratamento do novo coronavirus é algo em discussão nas redes sociais, mas é quase uma unanimidade entre quem realmente entende do assunto.

Para a presidente do Centro Infantil Boldrini de Campinas, Silvia Brandalise, a cura da doença será feita apenas quando for desenvolvida uma vacina.

Enquanto a vacina não sair, qualquer medicamento já conhecido é perda de tempo e representa perigo para o paciente. Todo o debate ainda causa angústia e expectativa na população.

O Boldrini reforçou os cuidados já que os pacientes com câncer continua sendo tratados normalmente. O número de visitantes foi reduzido para segurança dos próprios pacientes.

Um problema está sendo a queda nas doações. O título de capitalização que doa cerca de R$ 1 milhão por mês ao hospital infantil está paralisado por causa da quarentena. Outras formas de doações são bem vindas.

Da Redação ODC.
Fonte: CBN
Leia também: Prefeitura de Campinas cancela rodízio de veículos e coloca projeto para vereadores discutirem