Vacinação fracassa em Campinas e doenças erradicadas como a poliomielite podem voltar

 Vacinação fracassa em Campinas e doenças erradicadas como a poliomielite podem voltar

A cidade de Campinas poderá ter um reaparecimento de várias doenças erradicadas há anos por conta da teimosia de algumas pessoas em não tomar as devidas vacinas.

Durante a campanha de vacinação contra a poliomielite, a meta era para que fossem vacinadas 95% das crianças que eram alvo, porém a campanha terminou com apenas 58,4% de doses aplicadas.

Apesar disso, as doses continuam disponíveis gratuitamente em todos os postos de saúde da cidade para crianças menores de um ano de idade.


O Brasil já teve um exemplo com a volta recente do sarampo, quando o número de crianças vacinadas despencou nos últimos anos, e agora será a vez da poliomielite voltar se os pais não forem conscientizados sobre a necessidade da imunização.

Todas as crianças, adolescentes e adultos que são alvo das vacinas podem se imunizar em qualquer um dos 66 postos da cidade contra as seguintes doenças:

BCG
Hepatites A e B
Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções por HIB)
Rotavírus
Pneumocócica conjugada 10-valente
Febre amarela
Tríplice viral (caxumba, sarampo e rubéola)
Tríplice bacteriana (difteria, coqueluche e tétano)
Dupla adulto (difteria e tétano)
Tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela)
Meningocócica C
HPV

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Jonas Donizette entrega novo Terminal Campo Grande completamente em obras

Outras notícias