Veja como organizar sua vida com as festas de fim de ano se aproximando

20

Com a economia aquecida no final do ano, surgem oportunidades para empresas dos mais diversos portes e segmentos ampliarem os resultados financeiros. Segmentos como alimentos e bebidas, eletroeletrônicos, vestuário, e o varejo em geral tendem a ter um pico nas vendas, exigindo agilidade na entrega e reposição de estoques em toda a cadeia logística.

Por outro lado, não contar com uma operação logística eficiente, com atrasos na entrega, pode representar uma das maiores falhas de uma empresa neste período, pois gera grande frustação no cliente. Por isso, para atender a essa demanda crescente, é fundamental adaptar a operação por meio de uma estratégia logística eficiente.

Segundo Hésio Ferreira, gerente comercial da Intecom Logística , fatores como uma logística bem estruturada, o tempo certo de entrega, o estoque abastecido, bem como a disponibilidade da mercadoria no ponto de venda são preponderantes para o sucesso dos negócios. “Desde o recebimento do produto, passando pela armazenagem, separação, conferência de pedidos até a expedição, tudo deve ser monitorado em tempo real”, aponta.

Exatamente com a finalidade de aumentar a eficiência logística, a um custo competitivo, a Intecom, integrador logístico com mais de 15 anos de expertise em distribuição, armazenagem e estratégia em toda a cadeia de suprimentos, opera com a metodologia de otimização da rede. “Um planejamento assertivo pode garantir a qualidade na entrega e a rentabilidade. Neste contexto, contar com um parceiro logístico como a Intecom, pode ser crucial para obter resultados satisfatórios”, diz.

Devido ao maior fluxo de vendas esperado, ressalta Ferreira, é preciso ajustar e criar processos ágeis com antecedência. “O período festivo altera o comportamento do consumidor, que passa a comprar mais do que o básico, com a disponibilidade do 13º salário”, aponta.

Abaixo, as principais orientações do executivo da Intecom Logística para ter um planejamento logístico assertivo para os próximos meses e alcançar maior rentabilidade:

1 – Dimensionamento de estoque
Ter a quantidade de produtos suficiente para atender aos clientes, prevendo as vendas, não é tarefa fácil. Com a tendência de aumento no fim do ano, é recomendável redimensionar o estoque, para atender a demanda. Neste sentido, tenha indicadores confiáveis para dimensionar o seu portfólio de produtos e verifique quais os itens mais buscados no mesmo período no ano anterior, que podem ser requisitados novamente. Para o cálculo, lembre-se de que produtos parados em estoque geram gastos desnecessários. Você também pode ganhar eficiência com a otimização do espaço disponível no centro de distribuição, elaborando um bom mapeamento.

2 – Oportunidades de melhorias
Não há dúvidas de que uma logística bem feita pode garantir vantagem competitiva. Para criar processos mais ágeis, adaptando a operação logística ao contexto aquecido do mercado, é preciso ter uma visão de todas as etapas do processo e analisar, desta forma, cada ponto de aperfeiçoamento e melhoria. Neste sentido, é importante acabar com os processos manuais, como planilhas e cadernos.

3 – Disponibilidade de produtos
Em tempos de demanda crescente, o nível de ruptura (que mede a falta de produtos no ponto de venda) precisa ser o mais baixo possível. por isso, é necessário repor produtos nas gôndolas, quase que diariamente, de acordo com as necessidades. Neste sentido, a Intecom conta com um sistema de gerenciamento de armazém, que propicia empregar técnicas como o Flow-Through, reduzindo custos e possibilitando todo o suprimento dos produtos nas lojas.

4 – Tempo de entrega
Entregas de fim de ano geralmente contam com um prazo apertado. Mas, para o consumidor ou empresa, ter que esperar a chegada de um produto, por um período acima do prazo acordado pode representar uma grande frustração. Desta maneira, trabalhar com um integrador logístico pode ajudar a planejar a distribuição, com a visão de toda a operação, em tempo real, para as mais diversas regiões do País, evitando gastos desnecessários, otimizando custos e tendo, de fato, uma entrega eficiente.

5 – Uso de tecnologia é fundamental
Cada etapa da armazenagem e distribuição da carga pode ser acompanhada em tempo real, por meio de suportes tecnológicos de última geração. A tecnologia também pode apoiar na elaboração de um planejamento assertivo. Na Intecom Logística, as mais modernas ferramentas tecnológicas suprem os clientes de informações estratégicas para a tomada de decisão.

Sobre a Intecom Logística

Fundada em 2001 para atender clientes de todo o Brasil, a Intecom é uma empresa dedicada à excelência na gestão, armazenagem e distribuição de produtos. Com mais de 500 colaboradores diretos e mais de 700 indiretos, realiza, em média, 200 mil entregas e chega a distribuir mais de 100 mil toneladas de cargas anualmente. Em seu portfólio de clientes estão diversas empresas de setores como varejo alimentar, indústria automobilística, e-commerce, fármacos e cosméticos, entre outros.

A Intecom Logística possui capilaridade nacional a partir de seus centros de distribuição localizados nas cidades de João Pessoa (PB), atendendo ao Norte e Nordeste, Betim e a nova unidade em Extrema (MG), atendendo toda a região mineira e parte do Centro Oeste, Barueri e Cajamar (SP), que atendem Sudeste, Sul e parte do Centro Oeste. Com essas unidades, a empresa cobre as necessidades dos clientes de todas as regiões do País.

Mais informações em www.intecomlogistica.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui