As cidades que fazem parte da região de Campinas tiveram um grande aumento na venda de motocicletas. Os números são muito mais favoráveis do que os de 2019 e têm uma grande explicação.

O aumento no número de trabalhos de delivery via aplicativo durante a pandemia do novo coronavirus explica o crescimento na demanda por motocicletas, tanto novas quanto usadas.

Outra explicação é o fato de moto ser bem mais econômico que carro, já que tem manutenções mais baratas além de consumir muito menos combustível.

Ao menos 25% dos interessados em motocicletas estão na fila de espera ou desistiram de fazer a compra por falta do produto nas lojas. Em Americana, o aumento das vendas de moto chegou a 85%.

Na contramão, o número de carros vendidos em Campinas teve grande queda em comparação com o ano passado. Em agosto de 2019 foram vendidos 2063 veículos, e neste ano foram 1314 vendas.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Guarda Municipal dispersa pancadão com mais de 1000 pessoas no Pq. Oziel em Campinas