Vendedor que ofendeu dona de sorveteria após pedido de uso de máscara vira réu

 Vendedor que ofendeu dona de sorveteria após pedido de uso de máscara vira réu

O vendedor responsável por um papelão dentro de uma sorveteria no ano passado, tudo por conta de uma simples máscara de proteção facial, virou réu no processo aberto pela dona do estabelecimento.

O caso aconteceu no dia 12 de setembro de 2020, quando o vendedor Rodrigo Ferronato entrou no estabelecimento sem máscara e a balconista pediu para que ele colocasse o acessório.

Depois disso, Rodrigo começou a chutar várias coisas dentro do estabelecimento e desferiu vários insultos a todos os presentes. As imagens foram gravadas pelas câmeras do circuito de segurança do local.


Agora, Rodrigo vai responder pelos crimes de tentativa de lesão corporal, ameaça e denunciação caluniosa. Na época, depois do fato, o vendedor disse que estava sim usando máscara e que teve uma reação “exagerada”, além de supostamente ter sido agredido antes com tapas, socos e empurrões.

Caso Rodrigo seja condenado nesse processo, ele poderá pegar até 9 anos de prisão na soma das possíveis condenações pelos três crimes. Na época, o vendedor disse durante a briga: “Faz alguma coisa comigo para você ver se eu não meto a mão na sua cara. Fala um ‘a’ para você ver o que você vai arrumar. Fica olhando aí que você vai ver o que você vai arrumar. Está achando que é comédia aqui? Você não sabe onde você está não”.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Polícia estoura enorme refinaria de drogas do Parque Shalom em Campinas

Outras notícias