Vereador apresenta ação popular para barrar início do rodízio de carros em Campinas

267

Um vereador apresentou uma ação popular à Justiça para poder impedir o funcionamento do rodízio de veículos a partir da próxima segunda-feira, dia 18/05, em Campinas.

O processo foi impetrado pelo vereador Marcelo Silva. O vereador diz que o rodízio é imoral, inconstitucional e ilegal, por conta da possível aglomeração de pessoas no transporte coletivo.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o risco de contaminação pelo novo coronavirus em carros particulares é muito baixo, enquanto no transporte coletivo é muito alto.

Na ação judicial o vereador está pedindo para que o prefeito Jonas Donizette apresente estudos técnicos que justifiquem a implantação do rodízio em Campinas.

Para o vereador, a medida é ineficaz em seu objetivo, já que em São Paulo houve a implantação e não houve o aumento do isolamento social das pessoas, na verdade tudo continuou como antes.

Da Redação ODC.

Fonte: Correio Popular

Leia também: Prefeitura de Campinas regulamenta funcionamento de padarias durante quarentena