Vereadores de Campinas vão votar congelamento dos próprios salários por 4 anos

 Vereadores de Campinas vão votar congelamento dos próprios salários por 4 anos

Os vereadores de Campinas vão votar na próxima quinta-feira, dia 12/11, o congelamento dos salários da próxima legislatura, ou seja, entre os anos de 2021 e 2024.

Os salários do prefeito e dos secretários municipais terão votação específica na semana que vem para que também possam se manter congelados pelo mesmo período.

Hoje, um vereador recebe R$ 10.070,86 e os secretários, assim como o prefeito, ganham R$ 23.200,00. O vice-prefeito, que também poderá ter o salário congelado, recebe R$ 17.400,00.


Pela constituição federal, um vereador pode receber até 75% do valor dos salários dos deputados estaduais, ou seja, poderia ser de até R$ 18.900,00, já que um deputado estadual ganha R$ 25.300,00.

O presidente da Câmara, Marcos Bernardelli, disse que isso se deve em virtude dos efeitos da pandemia do novo coronavirus. Quem passar a ocupar a presidência da câmara, também não terá mais direito a nenhum adicional por conta do cargo.

Além disso, o projeto define que deverão ser descontados impostos e outros encargos normais dos salários de todos e que não haverá pagamento adicional para participação em sessões extraordinárias.

A manutenção dos salários do Executivo ocorre por conta de uma ação impetrada por um advogado, que suspende um reajuste de 4,47% concedido em dezembro de 2018. Na justiça, a prefeitura perdeu e o reajuste foi suspenso.

Da Redação ODC.
Fonte: Correio Popular
Leia também: Serasa inicia novo Feirão Limpa Nome e milhares poderão pagar dívidas com apenas R$ 50

Outras notícias