Em tempos de pandemia do novo coronavirus, o que mais se espera é o máximo de higiene para a segurança dos clientes e dos funcionários, até para que a economia possa voltar a girar normalmente o mais rapidamente possível.

Uma passageira da Viação Cometa entrou em contato com o ODC para reclamar de uma viagem da linha Campinas X Rio de Janeiro na noite de domingo passado, dia 26/07 para segunda-feira, dia 27/07.

O veículo que chego para fazer a linha, um do tipo “double decker”, ou seja, de dois andares, estava muito sujo, com sujeira espalhada pelos corredores, sem controle de acesso por parte dos funcionários da empresa.

Além da sujeira, não havia controle de temperatura. A empresa fez a retirada das cortinas do veículo para evitar a possível transmissão do novo coronavirus, porém manter o carro sujo não é o correto.

No mesmo dia da viagem a Rodoviária também estava muito suja, inclusive com máscaras jogadas no chão das plataformas. Nesse caso, a Rodoviária de Campinas respondeu à passageira pedindo desculpas e informou que naquele momento estava sendo feita a “manutenção” do prédio.

O QUE DIZ A COMETA

A reportagem do ODC entrou em contato com a Viação Cometa, que respondeu com a seguinte nota:

“O Grupo JCA está em contato com a cliente e já apurando o caso. A empresa ressalta que esta situação não deveria acontecer, está tomando todas as medidas necessárias e lamenta o incidente. A companhia reforça ainda que mantém o seu compromisso com a segurança, e vem adotando rigorosas medidas de higienização em seus ônibus após cada viagem, incluindo a vaporização dos veículos com produtos autorizados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e OMS (Organização Mundial da Saúde) – focados em eliminar vírus e bactérias, com eficácia de 99,72%. Além disso, é obrigatório o uso de máscaras pelos motoristas e clientes, e foi implementado dispositivos de álcool gel em todos os veículos para uso antes do embarque, e indicação de distanciamento para ampliar a segurança de quem precisa viajar. A empresa está sempre à disposição para prestar todos os esclarecimentos e atendimentos necessários.”

Da Redação ODC.