Vigilância Sanitária de Campinas faz ação educativa com representantes de clubes

 Vigilância Sanitária de Campinas faz ação educativa com representantes de clubes

Foto: Divulgação

A Coordenadoria de Vigilância Sanitária (CVS) da Secretaria Municipal de Saúde realizou uma ação educativa com representantes de 14 clubes de Campinas entre os dias 21 e 25 de outubro. O objetivo foi minimizar os riscos sanitários para frequentadores, orientar administradores de clubes esportivos e sociais sobre os protocolos de saúde, além de melhorar a segurança e qualidade dos serviços prestados.

Na programação, os técnicos da CVS apresentaram procedimentos sobre licenciamento sanitário, boas práticas em serviços de alimentação, riscos sanitários e cuidados com as piscinas (com foco no uso de produtos químicos), manutenção de instalações e prevenção de transmissão de doenças por animais e protocolos quanto à Covid-19.

Da equipe organizadora desta ação educativa, Ana Lúcia Montini, chefe do Setor de Serviços de Saúde da CVS, qualificou o evento como positivo. “Conseguimos uma boa aproximação da Vigilância com esses estabelecimentos e também transmitimos as informações importantes para melhoria da qualidade e segurança dos serviços ofertados”, esclareceu.


Cuidados

A CVS esclarece que os usuários dos clubes também devem estar atentos a alguns cuidados.

Frequentadores devem observar se o clube tem licença sanitária, que deve estar visível para o público e verificar se o clube apresenta boas condições de manutenção predial e equipamentos, uma vez que a fiação exposta, pisos quebrados e aparelhos para exercícios danificados podem causar acidentes graves.

Para quem pratica esportes, é importante sempre realizar uma avaliação médica antes de iniciar atividades físicas e evitar o uso de anabolizantes.

Em relação à Covid-19, frequentadores e funcionários devem adotar as medidas para evitar a transmissão do vírus, como uso de máscaras, álcool em gel e lavagem das mãos. O estabelecimento deve disponibilizar pia para lavagem das mãos em locais estratégicos, os trabalhadores devem usar Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e manter ambientes arejados.

Possíveis irregularidades devem ser comunicadas à direção dos clubes pelos frequentadores.

Em caso de denúncia, a Vigilância Sanitária pode ser acionada por meio do 156.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: CPAT Campinas está com mais de 200 vagas de cursos gratuitos em aberto

Outras notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *