Confira as respostas da EMDEC às questões levantadas na Live do ODC

 Confira as respostas da EMDEC às questões levantadas na Live do ODC

No último domingo, dia 16/05, o ODC fez a segunda live quinzenal para debater as questões pertinentes ao transporte coletivo em Campinas.

Durante a transmissão foram lidas as respostas enviadas pela Emdec aos questionamentos feitos pelos seguidores na primeira live, transmitida em 01/05. As respostas estão logo abaixo.

As questões levantadas na live deste último domingo serão encaminhadas paa a Emdec e as respostas vão ser lidas na próxima live, que deverá acontecer no dia 30/05.


As lives do ODC sobre o transporte público são transmitidas pela página no Facebook e no canal no YouTube. Por uma questão técnica, não houve a transmissão da live no YouTube mas o vídeo será disponibilizado lá para ser assistido posteriormente.

O ODC aproveita para agradecer a todos que estão acompanhando as lives sobre o transporte público!

Seguem as questões e as respostas:

1. Reclamação sobre as linhas 110 e 105, que demoram muito todos os dias, sobretudo à noite.
RESPOSTA: As linhas 105 (Cohab I) e 110 (Adhemar de Barros) são alimentadoras do Terminal Ouro Verde. No período noturno, a demanda é menor que a do horário de pico e essas linhas são ajustadas a essa demanda. A Emdec monitora, constantemente, as linhas do sistema e faz intervenções nos horários e frota, sempre que necessário.

2. A colocação de ônibus articulados nas linhas 120, 131.1 e 190 aos domingos aumentou o intervalo, deixando a demora maior. Se há algum plano para solucionar isso.
RESPOSTA: Aos domingos, tradicionalmente, a demanda de passageiros cai cerca de 60% em todo o sistema de transporte, no comparativo com os dias úteis. Com a não realização de diversas atividades presencias, por conta das fases do Plano São Paulo para enfrentamento da pandemia, a demanda verificada aos domingos atingiu patamares ainda mais baixos. A atual frota das linhas está dimensionada à demanda apresentada.

3. Reclamação da linha 368, que estaria circulando apenas com 1 carro. Excesso de demora.
RESPOSTA: A linha 368 (Jardim Itatiaia) opera, desde 08/02/2021, com dois veículos.

4. Sugestão de manutenção das linhas 121 e 131 circulando inclusive aos finais de semana, por causa da demanda alta.
RESPOSTA: A linha 121 é um reforço operacional da linha 131, nos horários de maior demanda. Aos finais de semana ocorre a redução nos passageiros transportados, como explicado na resposta à pergunta número 2. Todas as sugestões são bem-vindas e analisadas tecnicamente.

5. BRT – Há previsão de início das obras da Estação Shopping Parque das Bandeiras?
RESPOSTA: Encaminharemos a sua questão à Secretaria de Infraestrutura, que responde pelas obras do BRT.

6. Reclamação de quebras excessivas dos coletivos da linha 322.1.
RESPOSTA: Essa linha será devidamente monitorada para avaliarmos a situação e possíveis intervenções.

7. Reclamação de mudança de horário da linha 205, de 6h50 para 6h30, o que teria causado superlotação.
RESPOSTA: Em acompanhamento desta linha, no final de março (25/03/2021), foram feitos ajustes de horários, com a antecipação de mais um horário (6h30) para atender mais usuários, já que o horário das 06h50 apresentava demanda expressiva. A linha continuará sendo acompanhada para avaliações.

8. Se há previsão de melhoria no serviço de Wi-Fi dos coletivos, pois o tempo é curto e o cadastro excessivamente burocrático.
RESPOSTA: Na nova licitação, todos os veículos terão Wi-Fi, com tecnologias que facilitem a conexão dos usuários.

9. Qual o prazo para a realização da nova licitação do transporte em Campinas?
RESPOSTA: O cronograma dos trabalhos já está definido pela Administração municipal; e foi divulgado em 29 de abril. De acordo com ele, a publicação do edital da nova licitação está prevista para ocorrer entre outubro e dezembro deste ano (2021).

10. Há algum plano para o início das obras das vias marginais na Rodovia Santos Dumont, promessa de governos anteriores?
RESPOSTA: Por se tratar de uma rodovia estadual concessionada, a sua responsabilidade é da Artesp.

11. Qual o valor dos subsídios do transporte no atual contrato emergencial? E o que mudou na remuneração com esse novo contrato?
RESPOSTA: Não ocorreram alterações nos valores atuais praticados de tarifa e de subsídio.

12. BRT – Há previsão para início das obras da ponte sobre a Rodovia dos Bandeirantes na Avenida John Boyd Dunlop?
RESPOSTA: Por se tratar de obras, encaminharemos sua questão à Secretaria de Infraestrutura.

13. BRT – Qual a previsão de início das obras da ponte da Avenida Transamazônica, prometida para fevereiro e ainda não iniciada?
RESPOSTA: Encaminharemos a sua questão à Secretaria de Infraestrutura que é responsável pelas obras do BRT.

14. Como deverão ficar as linhas 116, 134, 210 e 211 depois do início do BRT?
RESPOSTA: As linhas 116, 134, 210 e 211 serão mantidas.

15. BRT – Como deverá ser a operação das paradas BRS na Avenida Camucim e na Estrada do Friburgo?
RESPOSTA: Nos trechos, os pontos de embarque / desembarque passam da calçada para o canteiro central, oferecendo melhores condições aos usuários.

16. Há previsão de retorno dos cobradores ao sistema?
RESPOSTA: Não. Desde o início de 2019 não ocorre mais pagamento em dinheiro, dentro dos ônibus.

17. Como fica a manutenção da Avenida Lix da Cunha, com o asfalto todo deformado na faixa exclusiva para ônibus? É responsabilidade do Estado ou da Prefeitura? E se há data para a correção no local?
RESPOSTA: A Avenida Lix da Cunha é uma via urbana, portanto, encaminharemos sua questão também à Secretaria de Serviços Públicos.

18. Como fica a situação das cooperativas dos alternativos no novo sistema BRT?
RESPOSTA: A previsão é que a operação dos alternativos seja mantida nos corredores BRT.

19. Há previsão de reforma do Corredor Central para o BRT?
RESPOSTA: No momento, não.

20. Há planos para a linha 130, para que tenha um atendimento melhor e que seja mais atrativa?
RESPOSTA: O monitoramento de todas as linhas do sistema é constante e a linha 130 como as demais são acompanhadas e passarão por ajustes, sempre que necessário.

21. Como o usuário pode ter acesso aos dados de demanda das linhas municipais?
RESPOSTA: Por meio de protocolo para a Emdec, solicitando a informação e período desejados pelo telefone 118.

Da Redação ODC.

Outras notícias