Precisa pegar ônibus? Consulte aqui!

Pesquise por prefixo

    Pesquise por ponto de interesse

      Coluna da Cidade

      escrito por

      Gilberto Beaumont

      Última coluna

      • Obras sempre atrasadas, fábrica de fatos falsos e muito mais. É a Campinas que conhecemos!

        E vamos a mais uma Coluna da Cidade, com a língua afiadíssima do jornalista Gilberto Beaumont.

        SÓ FALTAVA ESSA
        A prefeitura teve a capacidade de divulgar um vídeo em suas redes sociais falando sobre suas obras “já concluídas”. Será que a administração se doeu com as constantes cobranças sobre as obras que ainda estão atrasadas?

        E O BRT?
        As obras do BRT em Campinas são uma vergonha nacional. Super atrasadas e ainda paralisadas em vários trechos, como no Terminal Vida Nova, a prefeitura segue escondendo isso. Será que vai esconder também na campanha eleitoral?

        PRESTÍGIO
        O mais curioso é que o secretário responsável por essas obras atrasadas seguem com grande prestígio dentro da atual administração. Ele já veio da gestão anterior, péssima no comando da Emdec e do transporte, e segue atrasando na Infraestrutura.

        MERCADO MUNICIPAL
        Outra obra que está visivelmente atrasada é a reforma do Mercado Municipal. A alegação agora é que foi encontrado material lodoso embaixo, e por isso foi necessário alterar algumas coisas da obra. Desde que Campinas existe todo mundo sabe que ali é um brejo, inclusive onde está o terminal de ônibus. Será que os engenheiros da prefeitura não preveram isso antes de começar a mexer no prédio? Desculpa para atraso, cada hora aparece uma.

        ELEIÇÕES
        Os pré-candidatos a vereador continuam fazendo as lambanças e enganando a população com falsos fatos para tentar ganhar voto. Todos sabem que a administração atual não é aquelas coisas, mas também mentir e fabricar fatos para tentar piorar ainda mais a situação, é feio.

        ABSURDO
        Um dos pré-candidatos cismou com as estações do BRT, e inclusve falou que uma delas está abandonada, sendo que está em funcionamento há pelo menos um ano. Será que as pessoas realmente conhecem a cidade em que vivem?

        FIM DA BADERNA
        O BRT está recebendo um novo sistema de catracas que visa inibir as evasões. A famosa portinha de cadeirantes será fechada para a passagem da população em geral e será liberada apenas para quem tiver carteirinha ou documento de gratuidade. A farra da catraca aberta vai acabar, finalmente.

        EDITAL?
        O edital do transporte público de Campinas continua parado e sem data certa para sair. Enquanto isso a Emdec aparentemente está apertando o cinto para que o setor não fique com aparência de abandono. Algumas novidades deverão surgir nas próximas semanas.

        ELÉTRICOS SUMIDOS
        Já estamos quase chegando em maio e até agora nada dos tais ônibus elétricos de Hortolândia. Prometidos para o mês de março, até agora não houve nenhum sinal de que os mesmos estão por vir. Onde será que estão?

        PARA FECHAR…
        Nunca se viu tanto o prefeito de Campinas pelas ruas da cidade. Qualquer coisa para inaugurar, ele está lá. Por que não foi assim nos três anos anteriores?


      • Quem grita mais, a prefeitura atende

        E mais uma semana vai terminando, mas com nada de diferente na provinciana terra interiorana campineira. Veja o que rolou nesses últimos dias:

        ASFALTO
        Em tempos de eleições, é típico ver candidatos inaugurando qualquer coisa. Agora, é a vez de asfalto novo. O prefeito Dário Saadi foi “inaugurar” o recapeamento da Avenida José Bonifácio, no Flamboyant. Será mais uma ‘obra dos 250 anos de Campinas’?

        QUEM GRITA MAIS…
        A Emdec anunciou nesta semana a mudança da linha de ônibus 315 para atender a um centro logístico, porém o intervalo da mesma ia praticamente dobrar. Rapidamente uma associação de moradores de um condomínio da região já agiu para impedir a mudança, alegando que o novo intervalo prejudicaria os usuários. A questão é que esse mesmo condomínio já tem várias outras linhas que fazem atendimentos similares, mas mesmo assim a Emdec suspendeu a mudança. Isso prova que quem grita mais, ganha mais.

        A PROPÓSITO
        As eternas motos barulhentas continuam enchendo o saco da população campineira. Os donos desses trambolhos sobre rodas acham que estão fazendo uma grande coisa tentando ensurdecer quem está voltando do trabalho ou indo estudar. Bom que a Guarda Municipal e a Emdec estão levando essas aberrações para o pátio, a maioria com multas intermináveis.

        NU COM A MÃO NO BOLSO
        Não estranhe se uma figura famosa nas redes sociais der uma boa reduzida no tom das críticas à prefeitura de Campinas. É porque está rolando um “bicho” gordo por trás. Só digo isso.

        A PROVÍNCIA DE CAMPINAS
        Falta um jornal com este nome na cidade. A mídia em geral já trabalha da forma mais provinciana possível, com fatos frios e irrelevantes, unicamente com o objetivo de angariar alguns cliques a mais e levantar dinheiro para manter as empresas vivas. Enquanto isso, os fatos reais que realmente necessitam de debate, vão sendo escanteados para debaixo do tapete.

        VANDALISMO
        O incêndio de um contêiner novinho na região do Chapadão mostra que parte da população campineira ainda não está preparada para conviver em civilidade. É uma pequena parcela, obviamente, mas que ainda age de forma ridícula, vandalizando, pichando, quebrando e ferindo pessoas. Quem tem que combater isso, todos nós já sabemos. A questão é se eles têm vontade de realmente fazer um combate efetivo.

        ATRASO
        Sempre reunida e organizada, a “elite do atraso” de Campinas voltou a fazer encontros nos últimos dias para debater as maiores futilidades possíveis. Pensando apenas na própria bolha em que vivem, ganham atenção do poder público e promessas, enquanto o povo que realmente mais precisa de atenção sofre com serviços públicos precários. Quem tem mais dinheiro, é quem manda mais.

        TEMOR
        A operação deflagrada em São Paulo, que culminou na intervenção de duas empresas de ônibus, respingou em Campinas e já causa temor tanto na prefeitura quanto em uma das cooperativas da cidade, justamente por ligação com uma dessas empresas paulistanas. É sempre importante relembrar que a Emdec já fez uma “investigação” e disse não ter encontrado nada de errado. Se a polícia baixa por aqui, qual será a resposta?


      • Política de Campinas em polvorosa com janela partidária e muito mais!

        VIRA VIRA
        A janela partidária está fechando e quem tinha que se filiar ou mudar de partido, já o fez. O triste é ver tanta gente ruim e mal intencionada querendo uma vaga na Câmara dos Vereadores. Este ano a coisa tá bem feia.

        CARNINHA
        E vai começar a temporada de churrascadas em chácaras para comemorar qualquer coisa: aniversário de político, asfalto novo, água molhada, etc. É o tradicional vale-tudo pelo voto em ano eleitoral.

        RABO PRESO?
        Ainda é um enorme mistério a manutenção de algumas pessoas no secretariado de Dário Saadi, mesmo com trabalhos tão ruins. O enorme número de obras atrasadas deveria ser um dos motivos para demissão, mas parece que a política fala mais alto.

        PEDRADAS
        Veículos do transporte público e terminais são alvo de pedradas quase que diariamente, tanto nos percursos quanto nos pontos finais. Quando a Guarda Municipal é chamada, a resposta é sempre a mesma: não há o que fazer.

        CIUMEIRA?
        Os agentes da Guarda que alegam não ter o que fazer em caso de pedradas reclamam do baixo efetivo noturno, pois segundo eles a maioria está trabalhando apenas de manhã. Será ciumeira ou vontade da prefeitura de mostrar serviço apenas quando a população está acordada?

        INTERMINÁVEIS
        As obras no Terminal Ouro Verde parecem serem as mais longas da história de Campinas. Em andamento há vários anos, mexe-se e remexe-se e nunca fica pronta. Desvia trânsito, aperta ali, aperta aqui, mas tudo parece não muito diferente. Será que vai entrar também para o recorde de erros da prefeitura?

        CONCORRÊNCIA
        Nesta sexta, dia 05/04, o pré-candidato a prefeito Rafa Zimbaldi fez um encontro político reunindo aliados com o objetivo de mostrar força. A turma do transporte esteve em peso. Houve também apresentação de pessoas próximas que poderão estar em um possível futuro governo.

        ESTÃO ESPERANDO O QUÊ?
        Parece que as visitas feitas a algumas cidades para conhecer sistemas de BRT só serviram para engordar (literalmente) os gestores do transporte de Campinas, enquanto vândalos e pessoas mal intencionadas danificam e entram nas estações do BRT sem pagar passagem dia após dia.

        EXEMPLO PRÓXIMO
        Sorocaba tem um sistema muito prático para evitar evasão: uma catraca que vai da cabeça aos pés, não deixando o menor espaço para alguém passe sem pagar a tarifa. E aqui? Aquelas catracas com bracinhos mais frágeis que um papel molhado na chuva facilitam e muito a vida de quem não tá nem aí com o transporte público ou que quer dar uma de espertinho ao não pagar a tarifa.

        EXEMPLO MESMO
        Aliás, o BRT de Sorocaba foi feito em um tempo muito menor que o de Campinas (começando depois daqui, é bom que se diga), com construção de estações muito mais inteligentes (do ponto de vista arquitetônico), e totalmente administrado pela iniciativa privada, que, evidentemente, tem muito mais interesse em ver as coisas prontas do que o poder público. O único senão fica por conta do Corredor Oeste, feito na faixa à direita, contrariando a lógica implantada em gestões anteriores. Por coincidência (ou não), o partido do prefeito de lá também é o Republicanos.

        PARA FECHAR
        Apesar dos atrasos, chamar as obras do BRT de “elefante branco” é de uma ignorância sem tamanho. Mostra apenas que há pessoas despreparadas querendo assumir o vácuo político da cidade.


      • Reeleição à vista, passado apagado, elétricos sumidos… A política pega fogo!

        Campinas é uma cidade peculiar diante de tantos antagonismos. Vamos aos destaques desta última semana? E boa páscoa a todos!

        PAPAGAIO DE PIRATA?
        Com uma reeleição pela frente, Dário Saadi tem feito questão de aparecer em todos e quaisquer eventos da cidade. Desde o mutirão de dengue, que já está indo para a 9ª edição (e, portanto, “carne de vaca” para a imprensa séria que não precisa ficar bajulando o prefeito), até em um evento absolutamente interno do aniversário da Ceasa. Fique esperto, porque, se bobear, ele vai aparecer na festa do seu aniversário!

        SÓ QUE NÃO
        Dário só não apareceu na ponte que caiu no Jardim Novo Campos Elíseos, e também no Terminal Ouro Verde nesta quinta-feira (28/03), quando dezenas de passageiros esperavam ônibus atrasados da BRT10.

        A SORTE BATE À PORTA
        Ao mesmo tempo, é inegável o poder de articulação do prefeito de Campinas, ainda que tenha, como uma espécie de “operador de ventríloquo”, figuras como o vice, Wanderley de Almeida. A ida à Brasília para conversar com a ministra da Saúde, Nísia Trindade, rendeu algumas doses de vacina contra a dengue e uma luz no fim do túnel da fila de hemodiálise.

        APAGA-SE O PASSADO
        A política campineira é sempre algo muito bizarro, pois costuma-se apagar o passado e foca-se apenas no presente. Há vereadores com o passado mais sujo do que pau de galinheiro, mas que agora aparecem como senhores de reputação ilibada. A vergonha fica onde?

        APARECEU
        Depois de quase três anos recluso, e aparecendo apenas em eventos “da alta”, o prefeito Dário Saadi agora vai até em inauguração de pavimentação. Ano de eleição é assim mesmo, né?

        TERMINAL CENTRAL
        Será que Dário teria coragem de ir até o Terminal Central? Até a gestão Hélio, todos os prefeitos sempre iam a pé até o terminal para conversar com a população. A partir do governo Jonas, essa prática foi abolida, e Dário segue a risca. Agora com a bagunça que virou lá, aí é que ele não vai mesmo.

        NOVO CENTRO
        As intervenções no Centro de Campinas parecem começar a surtir efeito. Com a nova Campos Salles a região ganhou um novo “gás”, porém é necessário incentivar as pessoas irem até lá. Fomentar comércios, locais legais para fazer uma refeição diferente, recuperar o espírito de convívio público e com segurança 24h por dia é necessário para recuperar o Centro.

        EDUCAÇÃO FICA ONDE?
        As pessoas que usam a Avenida das Amoreiras realmente se acham melhores do que as outras, ao atrapalhar a operação do BRT colocando seus carros particulares para circular nas faixas exclusivas. A multa vem, e depois as reclamações de sempre: “Emdec indústria da multa”. Indústria da arrogância é onde então?

        VACINA
        O prefeito Dário Saadi foi implorar vacinas contra dengue para a ministra Nísia. A ideia é boa, mas chega a ser um absurdo uma cidade do tamanho de Campinas ainda ter moradores que sequer limpam o próprio quintal. Se cada um fizesse a sua parte, a epidemia não estaria tão grande.

        CADÊ OS ELÉTRICOS?
        No final do ano passado a prefeitura de Hortolândia disse numa ação aparentemente afobada que os ônibus elétricos da cidade iriam chegar no mês de março de 2024. O mês acabou, e não chegou nem um parafuso. Será que chegam até depois de amanhã?

        CAMPINEIROS
        A série que a prefeitura está fazendo sobre os Campineiros até está interessante, mas há muita gente boa e comprometida com a cidade que é da oposição ao governo de Dário. Esses também serão entrevistados?


      • Tudo continua ruim, saúde em cacos, nada sobre empregos perdidos…

        MANDANDO BEM DEMAIS
        Não vi nenhum vídeo do prefeito Dário Saadi falando que ia realocar os funcionários que vão ser demitidos dos supermercados Dia –que também fez um papelão em anunciar que não ia fechar nada em São Paulo e depois voltar atrás. Nem um vídeo, nem uma postagem. Mas, pelo menos, sem fake news.

        PASSARINHO, QUE SOM É ESSE?..
        Fontes da coluna comentaram que há uma conversa rolando nos bastidores da prefeitura de que a licitação do transporte não vai ser colocada novamente para pregão este ano…

        SOM DE PIZZA ASSANDO
        Por mais que o presidente da Emdec fale aos quatro ventos que “o edital vai sair” em pleno ano eleitoral, a chance disso acontecer está mais distante a cada dia que passa.

        FRITAS ACOMPANHA?
        No núcleo duro do governo há um temor de que um novo “vazio” na licitação afunde de vez a reeleição de Dario. Também há outro medo, esse mais específico, de que os questionamentos sobre o novo texto aconteçam em período eleitoral, o que pode (em caso extremo, é fato) gerar uma ação de improbidade, e colocar a candidatura em risco.

        BATATA QUENTE
        A questão do transporte é tão ou mais crucial que saúde e educação para o próximo prefeito, mesmo que reeleito. Os interesses das empresas — e o poder delas — são muito mais fortes que qualquer vontade de político. Ainda mais se o político tiver rabo preso com antigas raposas da cidade.

        CORRENDO ATRÁS DO PREJUÍZO
        Não dá para entender a gestão que a prefeitura está fazendo para combater a dengue. Campinas já tem mais que o dobro do número de casos confirmados que o ano passado, e só agora é que estão sendo tomadas medidas mais “enérgicas”, como abertura de mais centros de saúde aos finais de semana e o CS São Bernardo aos domingos.

        VITROLA QUEBRADA
        Desde o ano passado as autoridades da Vigilância Epidemiológica, que fazem um trabalho muito preciso e correto com relação a detecção de epidemias e essa parte mais burocrática, estão alertando que 2024 iria ser um ano difícil. Porque tão pouco se fez na prática?

        ONDE ESTÃO OS SEGURANÇAS?
        O Terminal Central não tem mais seguranças no período noturno, justamente o mais crítico para a violência. Com isso, os usuários de drogas e pedintes voltaram a dominar o espaço, levando insegurança para a população.

        TRISTEZA
        A campanha eleitoral praticamente começou e está uma tristeza só. Um nível extremamente baixo, tudo nivelado pelo mínimo possível. Já sabemos que quando a campanha começar pra valer, será uma baixaria.

        PRESENTE DOS 1000 DIAS?
        A prefeitura conseguiu aprovação para obter empréstimo e conseguir fazer alguns trabalhos de pavimentação, um deles é o caminho entre o Jardim Florence e a Estrada do Friburgo. O problema é que essa obra foi prometida para os 100 primeiros dias do governo Dário. Já fomos para os 1000 dias e nada. Será presente de grego?

        CARROÇA
        As obras do BRT mais uma vez estão a passos de tartaruga. A única coisa que aparentemente tem um avanço é o novo terminal Ouro Verde. De resto, tudo andando como carroça. Parece aqueles filmes de 2 horas que precisam “encher linguiça” para virar 6 horas.


      • Remediar em vez de prevenir, BRT patinando, super-heróis mambembes… E Campinas vai…

        CRISE NA SAÚDE 1
        Para variar, Campinas vive novamente uma crise na saúde pública. A superlotação dos hospitais, muito em parte pela epidemia de dengue, também teve outros três fatores associados: ligeiro aumento dos casos de covid-19 (que, apesar de menos graves desta vez, estão lotando recepções e salas de atendimento para casos menos urgentes), a onda de calor e as doenças respiratórias (comuns, até) e a falta de ação de um governo que parece ter que sempre correr do remédio, em vez de prevenir o problema.

        CRISE NA SAÚDE 2
        A epidemia de dengue já era uma informação certa desde outubro do ano passado. Em diversas entrevistas na rádio e TV, técnicos da própria Vigilância Epidemiológica já alertavam para um 2024 perigoso. E, em vez da prefeitura se armar, pensando em locais específicos para atendimento de casos de dengue (os dengários), adiantando medidas como a ‘separação’ de casos leves para Centros de Saúde e graves para UPAs, preferiu concentrar nas redes sociais e em trends bobas do Instagram.

        CRISE NA SAÚDE 3
        Não à toa, Campinas já tem praticamente 20 mil casos de dengue e está dobrando o número registrado em 2023 inteiro. Hospital de Clínicas (do Estado) está lotado. As cidades da região tem estruturas deficitárias… É a receita para o desastre. Mas, se a cidade estiver bem entre os seguidores virtuais, tá tudo bem.

        CADÊ TODO MUNDO? 1
        O presidente da Emdec, Vinícius Riverete, esteve dia desses no Terminal Campos Elíseos. E, pelo que dizem, não gostou nada do que viu. Terminal ‘morto’, sem grande movimentação, e a linha BRT12 saindo quase vazia — enquanto as outras… Todos os dias chove no ODC reclamações sobre a BRT10, que anda atrasada, que está cheia, e a BRT11, que não atende aos pontos que realmente interessam ao usuário.

        CADÊ TODO MUNDO? 2
        Não coincidentemente, no dia seguinte a BRT11 passou a ter um carro, que foi retirado da BRT12. Enquanto isso, as alimentadoras ficam ao Deus-dará. Não é raro ver carro da 141 entrando no terminal porque o carro da 144 quebrou… E aí falam que a operação é ótima. Aham.

        TUDO MUITO BOM, TUDO MUITO BEM…
        O Terminal Satélite Íris parece definitivamente consolidado. As linhas estão com intervalos até que razoáveis, a atenção ainda é dada… Mas, e o restante? Onde está a reformulação das alimentadoras dos terminais Campo Grande e Ouro Verde? Dia desses baixou até Guarda Municipal para acompanhar carro da 206 porque os horários não estão sendo cumpridos e, a mudança para o atendimento à UPA do Campo Grande (aliás, alteração mais esfarrapada) deixou a linha ainda pior.

        COLCHA DE RETALHOS
        Apesar das propagandas da prefeitura acerca do número de vias recapeadas ou inicialmente asfaltadas, ainda há muitas que parecem verdadeiras colchas de retalhos. Uma delas é a Barbosa de Barros, que liga a Avenida Barão de Itapura até a antiga via da Mogiana, no Bonfim. Desde que a rua recebeu a primeira massa asfáltica por cima dos antigos paralelepípedos, nunca houve um recape, apenas tapa-buracos bem sem vergonha. Resultado: trepidação pior que na época dos paralelepípedos.

        BATATA QUENTE
        Os pré-candidatos a vereador continuam protagonizando uma série de horrores nas redes sociais. As papagaiadas são as piores possíveis, brincando com a inteligência do eleitor. Um deles se acha o “heroi” da cidade e vive falando dos defeitos da periferia, mas todo mundo sabe que ele é da classe média alta, querendo mais uma boquinha na Câmara.

        DIREITA-ESQUERDA
        Também está bastante bizarra essa guerra entre direita e esquerda na política campineira. Alguns se auto nomeiam líderes da direita, mesmo com um passado bem diferente do que apregoa tal agremiação, e do outro lado a esquerda com seus figurões típicos de sempre, no pobre debate infantil de outrora. Escolher alguém de centro também está difícil, pois cada um quer tirar um rabicho de um dos lados, mesmo que sejam ruins. Tudo em nome do voto.

        NÃO EXISTE ALMOÇO GRÁTIS
        Já começaram a circular os videozinhos sobre a tarifa zero em Campinas. Uma das comparações mais esdrúxulas foi com a cidade de São Caetano do Sul, que tem tarifa zero no transporte público. Só que Campinas tem mais de 1,1 milhão de habitantes e cerca de mil ônibus circulando, incluindo articulados e biarticulados, que são mais caros de manter e necessários pois transportam passageiros para bairros mais distantes. Já São Caetano do Sul tem pouco mais de 160 mil habitantes, e cerca de 62 ônibus, todos convencionais, alguns até menores já que a cidade é bem, mas BEEEEEM menor do que Campinas. É brincadeira de mau gosto com o eleitorado.


      • Quer passar a vergonha no crédito ou débito?

        VERGONHA
        A prefeitura está fazendo de tudo para passar vergonha diante da população. Entre seus mais diversos vídeos completamente desconectados da realidade, um deles mostra obras pela cidade e fala do BRT. Chega a ser bizarro a prefeitura falar das obras do BRT que sequer foram concluídas depois de anos de atraso, e ainda com o secretário responsável por isso estar no cargo numa boa.

        RABO PRESO
        Falando em secretário do BRT, essa é uma dúvida que paira sobre os três últimos governos de Campinas: como um secretário, que atrasa obras constantemente e não conseguiu sequer terminar o BRT, ainda está no cargo e com grande prestígio entre a politicagem municipal? É sabido que a manutenção do governo Dário por mais 4 anos vai carregar este senhor por igual período, para o azar da cidade.

        ARROGÂNCIA
        A reunião realizada na Vila União no começo da semana para discutir assuntos relacionados ao transporte público da região foi um show de arrogância e individualidade. Discutiu-se tudo sobre apenas uma linha, ignorando totalmente todos os demais moradores, isso tudo sob o olhar da Emdec e de lideranças regionais. Às vezes as pessoas esquecem que o transporte público é público…

        INCAPAZ
        Falando em transporte, a cada dia que passa fica mais claro que a Emdec não tem a menor capacidade de gerenciar um sistema de transporte minimamente decente. A operação do BRT é a maior prova disso. As obras ficaram interessantes, tudo muito bonito, grande, mas os ônibus demoram para passar e a Emdec simplesmente esqueceu das linhas alimentadoras. Parece que o povo é obrigado a andar nas linhas diretas e descer nos terminais de bairro pra ficar uma hora esperando um ônibus e ir pra casa.

        VERGONHA 2
        A função de um prefeito nas redes sociais deveria ser falar sobre coisas públicas, não sobre empresas privadas. Os vídeos de Dario Sábado falando sobre o fechamento de unidades do MC Donald’s em alguns pontos tem um problema sério: fake news

        CONTA NÃO FECHA
        Prefeito fala em 100 contratações após “o processo de reforma” das unidades. Mas, o que ninguém contou é que 160 pessoas foram desligadas. Delas, 100 serão reaproveitadas. Vamos fazer contas? 160-100 = 60. Algo de errado não está certo.

        FOGO NA CARECA
        Essa tática para as redes sociais é clássica de filiados do Republicanos, para pagar de “prefeitos revoltados”. Porém, o tiro pode sair pela culatra.


      • Política fervendo em Campinas… É o ano eleitoral começando!

        Tem tanta coisa que a Coluna ganhou uma edição extra. Confira!

        PASSANDO VERGONHA
        A nota que a Emdec soltou para justificar que algumas linhas estavam com frota reduzida foi de um mau gosto tremendo. A gestora do transporte disse que os ônibus estavam em manutenção e inspeção, e por isso que precisaram ser tirados. Primeira vez que isso acontece, e acabou soando estranho.

        PASSANDO LONGE 1
        A visita de Jair Bolsonaro para a região teve um ingrediente que poucos observaram: a total ignorada a Campinas. Existe um motivo: há uma sinuca de bico neste momento no alto escalão.

        PASSANDO LONGE 2
        Dario, por causa do partido Republicanos, acredita que Bolsonaro deve apoiar a campanha da reeleição. Wandão, o vice, por outro lado, é extremamente bem relacionado com Lula e Alckmin, e até com Tarcísio, que também é do Republicanos.

        PASSANDO APUROS 1
        Enquanto esses “cabos eleitorais de luxo” não são escolhidos, movimentações acontecem… Há uma tendência de Rafa Zimbaldi ir para o PL, mesmo partido de Bolsonaro, mas também existe a chance dele ir para o PSB e não concorrer às municipais. Com Orsi dentro do governo, é um a menos. O PT ainda não decidiu se vai entrar com PSB ou lançar candidatura própria. E os nanicos… Continuam nanicos.

        PASSANDO APUROS 2
        Enquanto isso, Dario se vê realmente em um cenário em que não levaria o segundo turno. E tem botado essa semente na cabeça de todos os secretários e comissionados ligados diretamente a ele.

        PASSANDO APERTO
        Sabe-se de um deles, que gosta de um churrasco, andou cancelando algumas idas ao restaurante porque deu uma leve desarranjada, e preferiu se entocar na cidade natal… Talvez para tomar um antiácido.

        PASSANDO A LIMPO
        A história do fogo-amigo de partidos da base de Dario na Câmara de Vereadores ainda repercute. Wandão, enquanto esteve prefeito durante a viagem de Dario à Dinamarca, fez um “freio de arrumação” com todos para alinhar o discurso. Fez efeito, e o vereador até ganhou uma linha de ônibus de presente.

        PASSANDO A PERNA 1
        Não demorou um ano para que vereadores com histórico de denúncias de corrupção se aproveitassem das Emendas Impositivas. Já foi notícia aqui que o Ministério Público está apurando porque alguns nobres edis pediram verba para contratar artistas com cachê de mais de R$ 100 mil.

        PASSANDO A PERNA 2
        A coluna teve informações de bastidores que mostram que, como a Prefeitura não pode fazer nada com relação às emendas, a não ser dar o dinheiro e cumpri-las, e como o esquema de rachadinha por salários de funcionários já ficou batido, esses vereadores “queimaram a mufa ” para achar uma forma de conseguir dinheiro ilegal.

        PASSANDO A PERNA 3
        Os nomes não serão revelados. O que se sabe é que tem gente esquentadinha que adora dar barraco nas ruas andando com o rabo entre as pernas — por enquanto, apenas, já que daqui a pouco volta tudo ao normal.

        Gilberto Beaumont, de Campinas.
        Leia também:
        Animal solto nas imediações do Terminal Satélite Íris é apreendido por equipes da Prefeitrua


      • Vereador voltando atrás, pré-eleições dos horrores, trem e muito mais…

        Semana cheia esta hein?

        CRÍTICOS?
        O climão que ficou dentro da base do governo Dário escancarou uma realidade: críticas aos erros não valem nada, independente de quem vier. Mas se vier de aliados, aí o bicho pega. É fato que o governo é lento, enrola para fazer as coisas, nenhuma obra saiu dentro do prazo, a população reclama, mas eles não estão nem aí pra isso. Mas vai ser um aliado, que já tem seus “benefícios” pra isso, e reclama: aí tem reuniãozinho com a chefia.

        SÓ DE CARRO
        Algumas decisões de agentes de mobilidade urbana da Emdec chamam a atenção e mostram que apesar de trabalhar com ônibus, que a maioria da população ainda precisa, parecem não saber o que estão fazendo. Os letreiros que mostram os destinos recebem informações ridículas simplesmente porque a Emdec tem sistemas extremamente obsoletos e que não cabe tudo o que deveria. Assim, em documentos sai o mínimo possível e a população que se exploda pra saber onde que o ônibus vai. O agente? Segue ao pé da letra e dá costas para o passageiro.

        GROSELHA
        Continua o show de horrores dos pré-candidatos a vereador em Campinas. Um pior que o outro e com postagens pagas, já que não teriam força para ir pra frente de forma orgânica, os fatos são distorcidos para mostrar uma realidade que não existe e causar comoção na população. É fato que o governo Dário vai de salto alto e tem muitos erros a serem mostrados, porém dessa forma, fica cada vez mais claro que esses pré-candidatos, que só falam groselhas, pensam apenas em si próprios.

        GROSELHA 2
        Falando em groselha, um desses pré-candidatos fez um escândalo sobre o fim de seis linhas de ônibus por causa do BRT. Além de passar informações erradas, ficou claro que a pessoa nem anda de ônibus, tampouco sabe algo sobre as linhas. As linhas extintas já estavam com intervalos de mais de duas horas e o povo já tinha migrado para o BRT. Ao invés de orientar, fazer um carnaval desnecessário parece que leva mais voto pra essas pessoas.

        MATAGAL
        Apesar de toda a campanha para que a população limpe seus quintais com o intuito de evitar novos criadouros da dengue, vários terrenos baldios cheios de lixo continuam com acúmulo de água. As secretarias responsáveis por isso não estão passando por todos os lugares, alguns até próximos ao Centro, e o Aedes segue fazendo a festa.

        APARECENDO
        O maior prédio da cidade já está dando as caras e chamando a atenção da população. Construído perto da Avenida Aquidaban, a edificação será mais alta que o atual “arranha-céu” de Campinas, que por enquanto é o Edifício Mirante, localizado próximo ao Viaduto Cury. O novo edifício está nos pavimentos finais e logo já deve receber acabamento.

        ÁGUA NO CHOPE
        E Campinas teve mais uma noite de alagamentos graças à chuvarada que caiu na noite de quinta-feira, dia 29/02. Como sempre, os pontos do BRT, a Avenida Princesa D’Oeste, Amoreiras e outros locais viraram piscinas. Foi água no chope da prefeitura que passou o resto do dia comemorando o leilão do Trem Intercidades. Apesar que a prefeitura não está nem aí se alguém vai fazer alguma crítica.

        FALANDO EM TREM
        O governador Tarcísio de Freitas mais uma vez fez aquele show tradicional batendo o martelo na B3, a bolsa de valores paulista. A ocasião foi especial: o leilão do Trem Intercidades, do qual o Grupo Comporte saiu vitorioso. Para quem não conhece, o Grupo Comporte tem várias empresas de ônibus, como a Viação Piracicabana, Empresa Cruz, entre outras. No modal ferroviário a empresa administra o metrô de Belo Horizonte. Mas sobre o governador, precisa de todo esse show?

        TIMIDEZ
        Já o prefeito Dário Saadi, que estava também no púlpito da B3, estava mostrando muita timidez e parecia estar com medo do martelo. Bateu mas com aparente receio de alguma coisa. É seu estilo.

        RACHADINHA
        Os vereadores de Campinas estão mais uma vez na mira do Ministério Público. Agora, a suspeita é de que alguns deles estariam envolvidos em um esquema de rachadinha, que é a divisão de dinheiro, em contratação de shows. O mais curioso de tudo é: por que raios a Câmara contrataria um show, seja lá do que for? O caso continua em investigação e alguns dos supostos envolvidos já são velhos conhecidos da população.

        ENGRAÇADO?
        Os vídeos da Prefeitura de Campinas tentando explicar certos acontecimentos da cidade soam como antipáticos e sem graça. A explicação das “bolas de cimento” na Avenida Campos Salles praticamente tratou o campineiro como “zé mané”, com um ar de antipatia e deboche da cara do pagador de impostos, que é o povo. O outro vídeo completamente sem graça é o da martelada do governador Tarcísio de Freitas no leilão do Trem Intercidades. O marketing da prefeitura é muito ruim, mas muito mesmo.

        ESCURIDÃO
        Mais uma vez os cabos de energia do BRT na altura da Estação Alberto Sarmento foram furtados, deixando a curva atrás do Batalhão da Polícia Militar completamente no escuro. O perigo de acidentes no local é muito grande. Todo mundo tenta fazer com que as coisas dêem certo, porém fica difícil com os usuários de drogas desmantelando a cidade em nome do vício.

        PARA FECHAR
        Que tal aproveitar o final de semana e dar uma olhadinha no próprio quintal, para ver se há algum criadouro de dengue? Há muito mosquito pra todo lado, até por causa do forte calor na cidade, mas nem todo pernilongo quer apenas ficar zanzando ao seu redor. No meio deles pode ter algum aedes aegypti da vida. Vamos fazer a nossa parte?

        Gilberto Beaumont, de Campinas.
        Leia também:
        Vândalo surta e arranca torneiras de terminal do BRT em Campinas


      • Tudo sobre o que realmente interessa em Campinas e que ninguém fala

        Estreamos hoje o novo espaço do ODC dedicado às notas importantes e relevantes sobre a cidade, sob o comando do renomado jornalista Gilberto Beaumont, que é o mais novo colaborador do site. Nem tão para um lado e tampouco para outro lado, nem para cima e nem para baixo, a Coluna da Cidade trará semanalmente curiosidades e fatos sobre pessoas e lugares da metrópole campineira. Vamos começar os trabalhos:

        QUEM TEM, TEM MEDO

        • O jogo político não é igual ao xadrez, onde a rainha e o rei podem fazer praticamente o que querem no tabuleiro. Após um ‘fogo na careca amiga’ de um vereador do União Brasil, integrantes do governo que são afiliados à legenda estão em pânico com uma possível debandada do partido da base darista. Imagine, no xadrez, a rainha e o rei sendo apenas dois peões? É mais ou menos isso.

        ENTUPIDA DE CABOS

        • Tudo bem que a rede aérea de energia elétrica e serviços é menos agradável de ver do que as redes subterrâneas, como a que foi feita na nova Avenida Campos Salles, mas as empresas também não precisam deixar pior do que já é. Há vias no Centro com verdadeiras bobinas penduradas em postes. Muito relaxo.

        ESTRADA DO MATAGAL

        • A Estrada dos Amarais sempre foi um ponto de muitas reclamações, tanto pela falta de segurança viária quanto pela falta de segurança patrimonial por conta do grande número de assaltos. Depois da duplicação completa da via, tudo melhorou muito, mas agora o matagal por todo o lado transformou novamente as imediações em esconderijos de pessoas mal intencionadas.

        PREFEITO NO BRT?

        • É sabido que o prefeito de Campinas dá as cartas na implantação do BRT, determinando o que deve avançar e o que deve não ser feito por ora (todo mundo sabe o motivo), porém ele ainda não andou em nenhuma das linhas. Será que dando uma voltinha ele realmente entenderá o motivo da população estar tão brava?

        GRUA NO BONFIM

        • Chamou a atenção durante o final de semana passado a instalação de uma enorme grua nas obras de construção de um novo condomínio no terreno onde havia uma garagem de ônibus no bairro Bonfim. Primeiramente veio a torre de metal e depois o guindaste, pronto para acelerar as obras das novas edificações.

        VEREADORES?

        • Cada vez pipoca mais pessoas querendo ser vereadores. Nas redes sociais, uma turminha se passa por bom samaritano com o intuito de angariar votos. Só que alguns estão passando vergonha. Um deles chegou a reclamar de um ônibus supostamente quebrado na via, porém o cidadão estava dentro de seu carro, gravando com o celular. De dentro do carro, é fácil reclamar.

        COMIDA BARATA?

        • O Restaurante Bom Prato, localizado no Centro, continua servindo refeições ao preço de 1 real, porém os cardápios repetitivos estão gerando reclamações dos usuários habituais. Apesar das queixas, o movimento só cresce já que está cada vez mais difícil encontrar comida barata, sobretudo na região central.

        PROMESSA NÃO CUMPRIDA

        • Falando em Bom Prato, em outras eleições todo mundo prometeu uma nova unidade do restaurante popular na cidade, mas até agora tudo continua na mesma. Será que neste ano vem a mesma promessa mais uma vez?

        MAIS CLARA

        • A cidade de Campinas está ficando cada vez mais clara, com as novas luminárias de led instaladas pelo Consórcio Conecta, responsável pelo serviço de manutenção da iluminação pública. Vários bairros já estão com as ruas mais claras, o que ajuda a reduzir a criminalidade.

        VIA EXPRESSA LERDA

        • Uma pergunta que não quer calar: por quê as vias marginais do Córrego Piçarrão, em sua maioria, têm velocidade máxima de 50 quilômetros por hora, sendo que não há faixas de pedestre e nem motivo para pedestres transitarem nela? Seria uma ótima via expressa se não fosse por essa velocidade lerda. Com a palavra, a Emdec.

        E POR FIM…

        • Ainda sobre a Avenida Campos Salles, quem teve a ideia de colocar aquelas esferas de concreto, extremamente bregas, para separar as faixas de circulação de veículos e de bicicletas? Além de feias, foram mal colocadas. As balizas de plástico soariam melhor. Na verdade, o que ficaria melhor é se o projeto inicial fosse levado em frente. Mas na cidade das economias…

        … semana que vem tem mais. Até!


      Mais conteúdos do ODC