Curiosidades | A assustadora roupa dos médicos que tratavam a epidemia de peste bubônica

 Curiosidades | A assustadora roupa dos médicos que tratavam a epidemia de peste bubônica

A epidemia de peste bubônica que acabou com 1/3 de toda a população da Europa teve médicos vestidos com umas roupas um tanto quanto estranhas para evitar que fossem contaminados, o que na prática não resolveu muito.

Apesar da peste negra ter dizimado parte da Europa no século 14, a roupa estranha foi desenvolvida apenas no século 17, para outras pestes que se seguiram nos anos seguintes.


Como não se sabia o que causava a peste negra, a ideia é que o contágio acontecia por meio do ar pestilento das cidades, por isso foi desenvolvida uma máscara com um grande bico onde eram colocadas ervas aromáticas, além de um sobretudo de couro.

Por baixo os médicos usavam calças apertadas e uma blusa de manga curta, luvas e botas, todas feitas de couro de cabra. Tudo era revestido com uma camada de gordura animal a título de impermeabilização.

Além disso o uniforme estranho tinha um gorro, um chapéu preto e um óculos para identificação de um médico da peste. Só que a peste era transmitida por uma bactéria, e por isso toda essa roupa na prática não protegia nada. Muitos médicos morreram com a batéria entrando pelos furos das roupas.

Hoje a peste bubônica tem cura, através de vários antibióticos. Ainda bem né!

Da Redação ODC.

Outras notícias