Deputada Valéria, eleita por Campinas, é expulsa do PSL a pedido do Major Olímpio

 Deputada Valéria, eleita por Campinas, é expulsa do PSL a pedido do Major Olímpio

A professora Valéria, que é deputada estadual por Campinas, foi expulsa do partido pelo qual foi eleita, no caso o PSL. O motivo é infidelidade partidária.


Valéria conseguiu se eleger usando o sobrenome Bolsonaro, que nem é dela e sim de seu marido, que é primo em segundo grau do presidente Jair Bolsonaro.

A deputada nasceu na cidade de Santos e trabalhava como professora efetiva na prefeitura de Campinas há cerca de 20 anos. Deixou de lecionar quando foi eleita.

Nas redes sociais, Valéria disse que foi expulsa por dar apoio ao presidente Jair Bolsonaro. O pedido de sua expulsão foi feito pelo senador Major Olímpio.

“Sou mulher, apoio o Presidente e nunca tive medo de enfrentar absolutamente nada. Saio honrada e de cabeça erguida! Tenho força, caráter e jamais trairia quem eu acredito”, disse Valéria.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Guarda Municipal de folga persegue e prende bandidos que roubaram idosos no Terminal Ouro Verde

Outras notícias