Jonas Donizette não será afastado da Prefeitura de Campinas

 Jonas Donizette não será afastado da Prefeitura de Campinas

Uma notícia publicada pelas edições virtuais de IstoÉ e Estadão Conteúdo na tarde desta sexta-feira causou um reboliço na política de Campinas.

Na publicação, o prefeito Jonas Donizette (PSB) teria que deixar o cargo imediatamente por uma decisão da Justiça no processo que julga o “cabidão de empregos”.

Porém, a notícia não é de 10/07/2020, e sim de junho de 2019.


Por algum motivo, a informação foi publicada como nova.

O advogado de Jonas, Marcelo Pellegrine, enviou uma nota esclarecendo a situação.

“O julgamento mencionado ocorreu em junho de 2019. Segundo, porque nunca teve a condição de afastá-lo do cargo. Terceiro, porque a referida decisão já foi suspensa, tanto pelo Supremo Tribunal Federal, quanto pelo Superior Tribunal de Justiça”, afirma.

Entenda o caso

Jonas Donizette foi alvo de ação civil por improbidade.

O processo apontou a “existência de cargos em comissão que contrariam às Constituições Federal e Estadual, violando os princípios do concurso público, da impessoalidade, da eficiência e da moralidade”.

A Promotoria do Ministério Público apontou que Campinas tinha “um quadro exorbitante de cargos comissionados, muito superior ao de diversos países”.

Outras notícias