Exclusivo | Menino no barril: tio fala sobre relação com sobrinho ao ODC

 Exclusivo | Menino no barril: tio fala sobre relação com sobrinho ao ODC

“Amo meu irmão, ele é sangue do meu sangue, mas espero que a justiça seja feita”

A frase é de Paulo Henrique dos Santos, irmão do homem que mantinha uma criança de 11 anos dentro de um barril no Jardim Itatiaia, em Campinas.

O ODC conversou com Paulo Henrique para tentar entender porque o caso chegou a um nível tão desesperador.

O homem contou que o menino está com o irmão desde quando dia 7 dias de vida – a mãe biológica o abandonou.


“Meu irmão o adotou, registrou, tudo certinho. É filho dele”, afirma.

Paulo Henrique também afirmou que a relação com o irmão havia se desgastado nos últimos anos, e que ele havia se afastado da família, que também mora no Jardim Itatiaia.

“Das últimas vezes que tentei contato, falei apenas com a atual namorada dele, e sempre do portão para fora. Nunca me deixaram entrar”, explicou.

Para o irmão, a mulher, que também foi presa, também precisa pagar pelo crime.

“Ela foi conivente, ajudou a maltratar meu sobrinho. Espero que ela não consiga dinheiro para sair da cadeia”, torce.

A mulher e a filha dela, meia-irmã do garoto, precisam pagar fiança de R$ 5 mil para serem liberadas.

Apesar dos boatos na noite deste domingo, isso ainda não aconteceu.

Já o pai da criança não tem direito a fiança. Ele foi preso em flagrante por tortura. Elas também foram detidas em flagrante, por omissão.

Paulo Henrique, que é pai solteiro, disse que, se pudesse, lutaria pela guarda do menino.

“Já estou em processo pela guarda da minha filha, que tem 10 anos. Mas, se não fosse esse processo já em andamento, com certeza ficaria com meu sobrinho. Eu amo ele demais, e chorei muito ao ver o vídeo dele saindo do barril”, finalizou.

Outras notícias