Picolé para cachorros: será que é mesmo seguro?

 Picolé para cachorros: será que é mesmo seguro?

Estamos no verão e as altas temperaturas acometem todos os seres humanos, e também os animais de estimação. Os cachorrinhos também precisam se refrescar.


No mercado há o picolé para cachorro, mas será que ele é realmente seguro para os animaizinhos? É sempre importante saber qual a origem do produto antes de dar ele para o cãozinho.

Inicialmente deve-se saber qual o componente do picolé. Todos devem ser feitos à base de água ou de água de coco, nunca à base de leite. Os de fruta são os mais saudáveis.

Apesar das frutas fazerem bem, abacate, uva, cereja, carambola e frutas cítricas devem ser evitadas pois acabam causando problemas intestinais, estomacais e até renais nos cachorrinhos.

Além de refrescar, os picolés têm como objetivo entreter os cachorrinhos, por isso o tamanho deve também ser levado em consideração. Para fazer em casa, é só bater frutas com água em casa, colocar no freezer, e pronto!

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Prefeitura de Campinas vai definir serviços a serem oferecidos no novo Poupatempo

Outras notícias