Piscinão da Princesa D’Oeste finalmente começa a sair do papel; Obras contra enchentes vão andar?

Publicado em:

Uma das obras mais esperadas da história da cidade parece que vai começar a sair do papel. O piscinão da Avenida Princesa D’Oeste, que faz parte do sistema Norte-Sul, terá suas obras iniciadas.

Essa é a primeira etapa do Plano para Controle de Enchente para a Região Central. A ordem de serviço para a elaboração dos projetos executivos e construção do reservatório RP-1 na Praça de Esportes Paranapanema, na região da Princesa d’Oeste foi publicada no Diário Oficial de segunda-feira, dia 1º/07.

O investimento é de R$205.877.240,39 com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O prazo de conclusão é de 24 meses, porém os trabalhos estão a cargo da Secretaria de Infraestrutura.

Historicamente, neste governo a Secretaria de Infraestrutura praticamente não cumpriu nenhum prazo de entrega, atrasando tudo. Então esse prazo de 24 meses muito provavelmente será postergado.

Os serviços serão executados pelo Consórcio JDPF formado pelas empresas Jogefe Pavimentação e Construção Ltda., DP Barros Construção e Pavimentação Ltda., e FBS Construção Civil e Pavimentação S.A. O consórcio ofereceu desconto de 3,5% sobre o orçamento e foi vencedor da licitação.

O reservatório da Praça de Esportes Paranapanema será tamponado, ou seja, coberto, para que a Praça possa ser recomposta. Quando estiver em operação, nos momentos de cheia, a água entrará por uma galeria de derivação e será escoada por outra, com auxílio de quatro bombas submersíveis. A primeira parte do contrato, que é a elaboração dos projetos executivos, já teve início.

O Plano para Controle de Enchente para a Região Central, elaborado pela Secretaria de Infraestrutura, inclui a execução de oito obras de combate às enchentes nas bacias do córrego Serafim, na avenida Orosimbo Maia e no córrego Proença, na avenida Princesa d’Oeste.

O projeto foi dividido em duas etapas. Na primeira etapa, serão construídos dois piscinões na Princesa d’Oeste e um piscinão na Orosimbo Maia. O primeiro piscinão será o da Praça Paranapanema.

Os outros dois serão na Avenida José de Souza Campos (Norte-Sul) na praça que fica no cruzamento com a avenida Engenheiro Carlos Stevenson, e o terceiro, na avenida Orosimbo Maia, na praça próxima ao Mercado Municipal.

Finalizada a primeira etapa, serão realizadas mais cinco obras da segunda fase: um reservatório na Orosimbo Maia, um na Norte Sul/ Princesa d’Oeste e uma terceira obra de remodelação no piscinão já existente na avenida Norte Sul (que servirá para os dois córregos). Também serão feitas obras de alargamento de calha na Norte Sul (na altura da antiga sede da Administração Regional 2) e uma outra obra de alargamento de três pontes na Orosimbo Maia.

Essa obra é muito esperada pois deverá resolver os problemas de enchentes na região da Norte-Sul, que é praticamente um vale e recebe águas tanto da região do Centro e do Cambuí quanto da região do Jardim das Paineiras e do Swift.

Na época do governo Hélio, foi feito o trabalho na altura do Viaduto Laurão, onde mitigou as enchentes depois de várias tragédias que aconteceram ali. Agora, é hora de continuar o trabalho em toda a avenida.

Da Redação ODC.
Leia também:
Vacinação contra gripe em Campinas é prorrogada para até semana que vem

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré