Por quê? | Quando alguém comete suicídio, o fato não é publicado na imprensa?

 Por quê? | Quando alguém comete suicídio, o fato não é publicado na imprensa?

O ODC tem compromisso com a ética e com seus leitores, e por isso segue todas as regras do bom jornalismo. Por conta disso, algumas notícias talvez nunca serão vistas em nossas páginas, ou sairão com pouca frequência.

A concorrência entre os veículos de comunicação pela primeira publicação, ou pelo tão famigerado “furo jornalístico”, acaba causando alguns episódios desagradáveis de forma esporádica, mas o bom senso prevalece quando o assunto é o suicídio.

É consenso entre os veículos de comunicação, obviamente sérios, que suicídio não é notícia, e por isso não deve ser publicado em nenhum lugar, independente do local e da circunstância em que acontece.


Quando uma notícia sobre suicídio é publicada, isso acaba incentivando mais pessoas a cometerem a mesma atitude. Vários problemas emocionais e físicos estão envolvidos em todos os casos de suicídio, e a publicação desses fatos acabam servindo como um gatilho.

Por isso, aqui no ODC o leitor nunca irá ver textos sobre suicídios consumados, exceto se combinados com outros crimes, como por exemplo: pessoa mata outra e comete suicídio na sequência, pois a atitude tem uma conotação diferente, como fugir da justiça, etc. Casos isolados de suicídio não serão divulgados até por respeito aos familiares.

Se você ver uma notícia sobre suicídio em qualquer veículo de comunicação que seja, pode ter certeza: além de ser desrespeitoso, não é um veículo sério, e se souber de alguém que precisa de ajuda, peça para ligar no telefone 188 – Centro de Valorização da Vida, uma excelente equipe que poderá ajudar quem está mais precisando. O atendimento é 24 horas.

Da Redação ODC.
Leia também: Moradores de Campinas ganham prêmios de R$ 1 milhão e R$ 100 mil na Nota Fiscal Paulista

Outras notícias