Prefeito Dário Saadi decreta Estado de Emergência em Campinas por conta das fortes chuvas

·

·

·

Tags:

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, decretou estado de emergência no município em reunião com o secretariado para anunciar novas medidas emergenciais e atualizar o balanço das consequências das fortes chuvas que atingem a cidade pelo terceiro dia consecutivo. A reunião ocorreu na manhã desta sexta-feira, dia 20 de janeiro, e contou com a participação de representantes do Corpo de Bombeiros e da companhia de energia CPFL.

“Isso permitirá que o município faça remanejamento interno do orçamento para atender as urgências e emergências da cidade. Na nossa avaliação, a situação da cidade justifica a contratação emergencial para construção das pontes perdidas e a recomposição dos muros de contenção e outras obras consideradas urgentes para retomada da vida da cidade”, explicou o prefeito.

Para a execução das obras necessárias, o prefeito ressaltou que será usada a reserva de contingência da Prefeitura. Ele explicou ainda que cada obra a ser contratada terá a sua justificativa. A publicação do decreto deve ocorrer na próxima semana.

Também foi determinada a liberação do auxílio-moradia no valor de R$ 605,00 ao mês para todas as famílias que tiverem que ser removidas de suas casas. Outra iniciativa é o lançamento de uma campanha para arrecadação de móveis e utensílios para aqueles que perderam seus pertences.

Na última quarta-feira, 18, já havia sido anunciado o aditamento dos contratos de tapa-buraco e de poda de árvores, além do reforço nas equipes que realizam reparos na cidade. O valor do aditivo do contrato de tapa-buraco feito pela Secretaria de Serviços Públicos, ultrapassa os R$ 6 milhões/ano e o aditivo do contrato de poda de árvores será de quase R$ 2 milhões também por ano.

SOS Chuvas

Também foi anunciada hoje, a criação da campanha SOS Chuvas, que visa arrecadar alimentos, móveis, eletrodomésticos, utensílios para casa, produtos de limpeza e fraldas.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Vandecleya Moro, um diferencial desta campanha é que as doações poderão ser retiradas pela Prefeitura. “Teremos postos físicos de arrecadação, principalmente instituições religiosas, a Câmara e a Prefeitura. Mas caso a pessoa tenha a doação e não consiga entregá-la, pode entrar em contato conosco pelo whatsapp e nós vamos retirar os itens doados e entregá-los às famílias”, disse.

Ainda segundo a secretária, as doações serão destinadas às famílias atendidas pela Operação Verão. Além do whatsapp, (19) 9-9244.4279, também será disponibilizado um link no portal da Prefeitura (www.campinas.sp.gov.br) com informações sobre como fazer as doações.

Balanço

Logo pela manhã o prefeito visitou vários locais em que houve estragos causados pela chuva. “Num balanço macro houve queda de pontes, outras estão sob análise da estrutura. Um levantamento inicial também aponta a necessidade de remoção de famílias que estão em áreas de muito risco. Tivemos ainda a destruição de vários muros de contenção e afundamento de galerias por toda a cidade”, informou Saadi.

Até as 13h43 desta sexta-feira foram registrados pela Defesa Civil do município 36 alagamentos em imóveis (Regiões Sul e Sudoeste), além de outras 20 moradias atingidas no Beco Mokarzel e mais três em Sousas. O órgão também fez vistoria em 19 moradias em risco, dez árvores em risco de queda, 12 muros com o mesmo problema. Houve ainda o registro de 19 quedas de muros, 17 quedas de árvores, 19 erosões em vias públicas e córregos, quatro quedas de pontes e outras duas em risco, seis deslizamentos, além de cinco casas isoladas.

A Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos prestou atendimento às famílias afetadas pelas chuvas com a distribuição de 20 cobertores e 20 colchões, além do fornecimento de 8 cartões Nutrir para as 20 famílias afetadas no beco Mokarzel, no distrito de Sousas, 10 famílias no Jardim Ipaussurama e uma no Jardim Satélite Íris. Todas as famílias foram acolhidas na casa de parentes.

De acordo com o Sistema Integrado de Defesa Civil o município de Campinas permanece em Estado de Atenção. O índice de chuva acumulado nas últimas 72h é de 209,6mm.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Cresce o preconceito contra lideranças femininas