Programa Monitora Campinas ultrapassa meta de 500 câmeras de vigilância conectadas

·

·

·

Tags:

O Monitora Campinas atingiu o número de 520 câmeras de vigilância de parceiros da iniciativa privada que aderiram ao programa após o primeiro ano de implantação, superando a meta prevista de 500 equipamentos na época do lançamento do programa, em dezembro de 2021.

Somando-se às 500 câmeras próprias da Central Integrada de Monitoramento de Campinas (Cimcamp), o município conta agora com 1.020 equipamentos de vigilância em todas as regiões da cidade.

As câmeras dos parceiros beneficiam 10.039 residências em Campinas em 31 bairros atendidos pelo programa.

As câmeras compartilhadas são cedidas por 33 condomínios, quatro empresas prestadoras de serviços, três indústrias, dois postos de gasolina, três templos religiosos, duas escolas, um sindicato e dois shoppings. Vale ressaltar que cada parceiro pode compartilhar mais de uma câmera.

Existem ainda mais 153 processos em andamento, que estão em negociação para estabelecer futuras parcerias.

O programa Monitora Campinas é da Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, por meio da Central Integrada de Monitoramento de Campinas (Cimcamp), e tem como objetivo ampliar a capacidade de monitoramento por câmeras de segurança por meio de parcerias com entidades privadas interessadas em compartilhar as imagens de seus sistemas de vigilância.

A vantagem tanto para o cidadão quanto para o parceiro é uma resposta mais rápida na prevenção e na repressão de situações de criminalidade ou ocorrências de qualquer natureza.

As imagens das câmeras parceiras do setor privado não ficam gravadas e são acessadas conforme necessidade do parceiro ou da Cimcamp. Assim, se uma situação fora do comum for identificada pelo parceiro ou seus colaboradores, como vigilante ou porteiro do estabelecimento, ele manda um alerta, por meio de um aplicativo, para os guardas municipais da Cimcamp que estão no monitoramento. O agente acessa a câmera e visualiza a situação e despacha uma viatura para atendimento.

Somente são compartilhadas imagens das áreas externas dos estabelecimentos, ou seja, as que ficam voltadas para a rua.

O programa

Podem participar do programa condomínios residenciais e industriais, estabelecimentos comerciais e industriais, bancos, postos de combustíveis, universidades, centros de pesquisa, parques tecnológicos, hotéis e outros empreendimentos de natureza jurídica que possuam sistema de vigilância próprios.

A adesão ao Monitora Campinas é gratuita para as empresas e também não há ônus para a Prefeitura. Os parceiros deverão arcar somente com a instalação e manutenção dos seus sistemas de segurança e possuírem um sistema de tecnologia compatível com o da Cimcamp.

A adesão ao Monitora Campinas é por meio da assinatura de um contrato por tempo indeterminado.

Os interessados podem aderir por meio de um formulário no portal da Prefeitura por meio do link https://forms.campinas.sp.gov.br/index.php/958514?newtest= Y & amp;lang=pt-BR.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Pacientes com câncer podem receber tratamento internacional