Pronto-socorro infantil do Mário Gatti já foi transferido para o novo Hospital Mário Gattinho em Campinas

·

·

·

Tags:

A Unidade Pediátrica Mário Gattinho iniciou os atendimentos de urgência e emergência às 7h desta terça-feira, 20 de dezembro. O pronto-socorro infantil integra a primeira fase de implantação da unidade pediátrica que, quando concluída, terá 56 leitos, 13 a mais em relação à estrutura atual disponibilizada no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti.

O diretor técnico do Mário Gatti, Carlos Arca, informa que o novo pronto-socorro tem maior capacidade de atendimento, sala de espera climatizada, o que propicia mais conforto aos pacientes enquanto aguardam as consultas, acessibilidade e uma equipe preparada para garantir agilidade no atendimento.

Uma paciente que estava em observação no Pronto-Socorro Infantil (PSI) do Mário Gatti foi transferida, por ambulância e com segurança, para a nova unidade durante a manhã.

“Foi a melhor coisa que aconteceu para o atendimento às crianças. O pronto-socorro está lindo, com ar-condicionado e a decoração com os animais pintados nas paredes alegra o ambiente e diverte as crianças”, disse Tatiana Marcolino, mãe do menino Gustavo, de 8 meses, uma das primeiras crianças atendidas nesta manhã na unidade.

A mãe do menino Davi, de três anos, Maxilene Gomes de Souza, também gostou da nova estrutura. “Está tudo muito bonito, muito melhor do que tínhamos no PSI do Mário Gatti. A demanda de atendimento de crianças é muito alta e espero que, com um hospital pediátrico próprio, tudo melhore”, afirmou.

A atual demanda diária de atendimento é de 200 pacientes no pronto-socorro infantil. O Mário Gattinho inicia com 10 leitos de observação e isolamento e sala de radiologia. Quando a unidade estiver implantada na totalidade, serão 56 leitos, 13 a mais em relação à atual que é composta por 14 leitos de UTI, 15 de enfermaria e dois de urgência. A ampliação ocorrerá com a implantação da Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) com nove leitos, área para Recuperação Pós-Anestésica (RPA), com quatro leitos, e mais três leitos dia.

As próximas etapas serão a transferência, entre janeiro e fevereiro, dos leitos de UTI e enfermaria que estão instalados no quarto andar do Hospital Mário Gatti, e a implantação do centro cirúrgico, com duas salas, em meados de fevereiro.

A previsão é de que, no início de março, quando começa o período de sazonalidade das doenças respiratórias, o Mário Gattinho estará com toda sua estrutura instalada e preparada para atender a demanda.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Especialista compartilha quatro dicas para quem vai reformar neste fim de ano