Sindicato dos Rodoviários forçam motoristas a parar em Indaiatuba para dono receber dinheiro da prefeitura

 Sindicato dos Rodoviários forçam motoristas a parar em Indaiatuba para dono receber dinheiro da prefeitura

O Sindicato dos Rodoviários de Campinas e Região promoveu uma paralisação na garagem da empresa de ônibus Sancetur na cidade de Indaiatuba. A paralisação foi política.


A prefeitura local, que já tinha feito um processo licitatório irregular e direcionado para a Sancetur ganhar, quer dar para a empresa R$ 1,5 milhão para compensar os prejuízos do tempo parado durante a pandemia do novo coronavirus.

A sessão da Câmara que ia discutir a questão foi interrompida na segunda-feira, dia 13/04, após uma confusão entre os vereadores. Como o sindicato é aliado político do dono da empresa, Marquinho Chedid, eles fizeram os motoristas pararem.

O sindicado disse que a paralisação é para “preservar os interesses dos trabalhadores para que não fiquem sem salários e sem benefícios”, o que não é verdade. A paralisação é para forçar a prefeitura a pagar o valor ao empresário.

Atualmente estão circulando apenas 17 ônibus da SOU Indaiatuba na cidade. Parte da frota está parada em uma garagem do grupo em Campinas e a outra parte segue na cidade.

Da Redação ODC.

Outras notícias