Sumiço da menina Ísis Helena em Itapira completa um mês sem solução

 Sumiço da menina Ísis Helena em Itapira completa um mês sem solução

O caso do desaparecimento da menina Ísis Helena, de 1 ano e 10 meses, completou um mês com várias perguntas ainda a serem respondidas. A menina sumiu de uma casa em Itapira e até o momento nenhum sinal dela.

Apesar do engajamento de vizinhos, da polícia e da imprensa no caso, muita coisa ainda continua um verdadeiro mistério. A menina nasceu prematura, com microcefalia e faz tratamento com remédios controlados.

As famílias do pai e da mãe, que são separados, seguem postando fotos nas redes sociais, porém nenhuma informação adicional apareceu até o presente momento.


A menina foi deixada pela mãe com o bisavô para poder levar a bisavó no banco, porém quando as duas retornaram a criança não estava mais na casa. O bisavô, que tem 90 anos, disse que não notou nenhuma movimentação estranha na casa.

Como a menina não sabia engatinhar, a probabilidade dela ter ido sozinha para a rua é nula. O que falta ainda saber desse caso: quais as linhas de investigação da Polícia Civil? Algum parente é considerado suspeito? Quem já foi ouvido pela polícia? Há imagens de câmeras próximas e caso sim, elas já foram analisadas? O que a perícia na casa da menina concluiu?

Da Redação ODC.

Outras notícias