Vice-prefeito de Campinas participa de celebração da aérea Azul como a mais pontual do mundo em 2022

·

·

·

Tags:

O vice-prefeito de Campinas e secretário Municipal de Relações Institucionais, Wanderley de Almeida , o Wandão, participou, na manhã desta quarta-feira, 1º de março, da celebração da companhia aérea Azul, eleita a mais pontual do mundo em 2022, de acordo com a Cirium, referência mundial em análises do setor aéreo. A cerimônia de entrega dos troféus foi no hangar da Azul, no Aeroporto de Viracopos, em Campinas. O ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, também esteve presente.

“É uma alegria para Campinas a notícia de hoje. A companhia foi eleita a mais pontual do mundo. Quero parabenizar todos os gestores e colaboradores. É uma satisfação para Campinas receber este prêmio junto da empresa”, disse o vice-prefeito Wanderley de Almeida.

Uma companhia aérea é considerada pontual quando os voos pousam em até 14 minutos depois do horário previsto para a chegada. A Azul foi reconhecida por cumprir essa meta na maior parte dos mais de 900 voos diários. A companhia é a primeira aérea brasileira a conquistar a honraria.

“Temos mais de 14.300 tripulantes e 34 milhões de clientes. É uma empresa de pessoas para pessoas. Juntas, as pessoas podem fazer trabalhos incríveis, gerando oportunidades e crescimento”, disse o presidente da Azul, Abhi Shah.

“É um orgulho para os brasileiros ter a companhia aérea mais pontual do mundo. É um reconhecimento internacional. Parabéns a todos que trabalharam por isso. O Brasil precisa de empresas sólidas. O desafio é fazer com que mais pessoas possam voar”, disse o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França.

O índice de pontualidade da companhia é de 88,93% , o que a coloca à frente de outras empresas do setor, sempre bem posicionadas no quesito. O relatório de pontualidade é a análise mais antiga do setor de aviação. Leva em conta informações de mais de 600 fontes de voos em tempo real, aeroportos, autoridades de aviação civil, além das próprias companhias aéreas.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Auxílio Brasil: Governo estuda perdoar dívida de consignado