Banheiro pode ser o maior perigo para a saúde dentro de uma casa


Apesar de ser o local onde as pessoas usam para se limpar, é um dos mais sujos de uma casa. O banheiro é o local próprio para fazermos nossa higiene pessoal mas se os cuidados devidos não forem tomados, vários problemas de saúde podem surgir. Há um mito de que as doenças podem ser contraídas apenas em banheiros públicos. O risco maior está na tampa e no assento do vaso sanitário, que podem estar contaminados com vírus e bactérias provenientes do intestino de quem usou o local.
Apesar de não estar visível e aparentemente limpo, os germes passam de mão para mão se não forem bem lavadas, o que facilita o transporte desses micro-organismos para a boca, causando infecções intestinais. O simples ato de lavar bem as mãos reduz em até 40% o perigo de contrair doenças como gripe, diarreia, infecções, conjuntivite e dor de garganta. Há também o risco de contração de HPV e até herpes, dependendo dos vírus que estiverem circulando pelo local.
O recolhimento do lixo de forma constante é muito importante para que esses vírus não circulem no banheiro, além da necessidade da limpeza dos tetos, paredes, janelas, pia, vaso sanitário e portas, tudo ao menos uma vez por semana. A ANVISA também já aprovou o higienizador de bolso, que é usado para limpar as tampas e os assentos dos vasos sanitários.
Os maiores perigos no banheiro são:

Sabonete compartilhado – Por não ter ação desinfetante, as bactérias que uma pessoa deixou no sabonete podem ser passadas para a próxima pessoa que for usá-lo.

Objetos contaminados – Roupas íntimas, escovas de dente e toalhas podem hospedar germes e bactérias que ficam nos banheiros.

Acidentes – Cuidado para não escorregar no banheiro, já que por ser um ambiente geralmente liso, é propenso a quedas.

Fungos – Em locais públicos, evite tomar banho descalço, já que não se sabe a limpeza do ambiente e nem quem tomou banho antes.

Problemas respiratórios – É fundamental deixar o banheiro ventilado. Não deixe portas e janelas totalmente fechadas e vedadas para evitar o acúmulo de bolor e fungos, que agravam problemas respiratórios.

Roupa íntima – Ao lavar debaixo do chuveiro, não a deixe secando no banheiro, pois é ali que estão os germes que podem ficar nela.

Descarga – Nunca dê descarga com a tampa aberta, pois os micro-organismos podem atingir até 6 metros de altura e permanecer no ar por até 2 horas.

As informações são do Correio Lageano.

Conteúdo relacionado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré