De novo e outra vez, marginais da Santos Dumont voltam à pauta, em ano de eleição

Publicado em:

Pela bilionésima vez a concessionária da Rodovia Santos Dumont em Campinas apresentou projeto para a construção de vias marginais com o objetivo de desafogar o trânsito.

Não é a primeira vez que é feita reunião para debater esse assunto, porém curiosamente essas coisas acontecem apenas em ano de eleição, seja ela municipal ou nacional.

Essas discussões parecem as que aconteciam sobre o Trem Intercidades durante o governo estadual do PSDB: só acontecia às vésperas da eleição e depois voltava a ser engavetado.

Por diversas vezes a concessionária Colinas já informou que não tem nenhuma obrigação de fazer a construção das marginais pois isso não está previsto em contrato, ou seja, a obra só sairia se ela fosse obrigada por força contratual.

A última reunião sobre o assunto aconteceu na terça-feira, dia 18, na prefeitura. Quem apresentou os projetos foi a prefeitura, e a dona da Colinas, a italiana Via Appia, informou que irá levar para análise e dará uma resposta.

A obra deverá contemplar 7 quilômetros da via e custaria R$ 400 milhões a ser custeado pela concessionária e pelo Governo do Estado. A Emdec fez o carnaval típico dela como se já estivesse tudo acertado, quando na verdade não há absolutamente nada.

Da Redação ODC.
Leia também:
Avenida Moraes Salles terá pista interna totalmente bloqueada nesta quarta e quinta-feira

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré