Habilidades durante a infância podem influenciar na decisão sobre a escolha de uma profissão

 Habilidades durante a infância podem influenciar na decisão sobre a escolha de uma profissão

Você já observou que seu filho tem interesse em determinado assunto ou apresenta um talento diferenciado? Então, vale a pena incentivá-lo a desenvolver essa habilidade e praticar atividades que potencializem essa competência, pois essa atitude pode ajudá-lo na hora de escolher sua profissão. É claro, tudo deve ser feito sem pressão, com naturalidade, e o interesse deve partir realmente da criança e não ser fruto de expectativas dos adultos.

Segundo a coordenadora da Educação Infantil do Colégio Marista Goiânia, Naime Barbar, ainda que muitas vezes os pais confundam o interesse das crianças com vocação, as habilidades infantis merecem atenção especial e devem sim ser potencializadas. “Devemos ficar atentos aos sinais das crianças, analisar suas características e habilidades e trabalhar essas competências de forma a aperfeiçoá-las”, afirma.

Essa atitude é importante para ajudar os estudantes, que ainda estão no início de sua vida escolar, a decidir no futuro a profissão que querem seguir. Hoje, estima-se que cerca de 60% dos vestibulandos ainda não definiram em que área vão trabalhar. “Mas tudo isso deve ser feito sem pressão, com tranquilidade, respeitando o tempo e a vontade da criança, conhecendo melhor suas preferências e gostos”, diz Naime.


Estudos da neurociência indicam que o ideal é incentivar os filhos a buscarem aquilo que os incentivem a gostar do que fazem. Já dizia Confúcio: “Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”.

As informações são da assessoria do Colégio Marista.

Outras notícias