Identifique cinco tipos de manchas de pele e veja como tratá-las

0
46

Induzidas pela fotoexposição, ou seja, pela exposição da pele à radiação ultravioleta, as manchas podem ser de vários tipos, dentre eles a hiperpigmentação pós-inflamatória, a melanose solar, o melasma, as efélides e as manchas de acne. “A hiperpigmentação é caracterizada por manchas escurecidas na pele, principalmente em áreas previamente lesionadas, de forma que suas principais causas são trauma, exposição ao calor, cortes e até pós-procedimentos médicos, como lasers e outras tecnologias. A melanose solar caracteriza-se por manchas arredondadas nas áreas expostas ao sol, de tom acastanhado que podem lembrar as sardas ou efélides, tendo como principal causa o excesso de exposição solar ao longo da vida”, explica a dermatologista Dra. Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Com relação ao melasma, as manchas são mais escuras nas regiões expostas ao sol, mais comumente em mulheres e na região malar, testa, supralabial e mento. “Há uma predisposição genética, além do uso de estrógeno, período de gestação e exposição solar”, completa a médica. “As efélides são manchas arredondadas, claras, de tom ferruginoso, presentes desde a infância, com causa genética.

E, por fim, as manchas de acne são acastanhadas ou avermelhadas nos locais onde havia espinhas. Elas surgem pelo mecanismo inflamatório que gera derrame de pigmentos na derme”, diz a médica.

Para buscar o melhor tratamento, um médico dermatologista deve ser consultado. Existem muitos equipamentos que podem tratar manchas, sendo os mais novos:

Melasma Cleanser

O protocolo Melasma Cleanser, do equipamento Solon, une o novo laser Vektra QS com a poderosa Eletroderme, agindo diretamente nas células que fabricam o pigmento e renovando a superfície da pele. “O procedimento oferece clareamento seguro e age também contra o melasma. Primeiramente é aplicado o laser Vektra QS, que está com o triplo de sua energia, com pulsos ultrarrápidos que agem de 5 a 10 nanosegundos (antes eram 15 nanosegundos). O laser age no melanócito (células produtoras de melanina) impedindo a célula de liberar o pigmento para as células mais superficiais. Além disso, nas manchas já instaladas, o laser fragmenta o pigmento em partículas muito pequenas, o que facilita a eliminação pelo organismo”, afirma o dermatologista Dr. Abdo Salomão. Logo após, na mesma sessão, é aplicada a radiofrequência microagulhada Eletroderme. “As microagulhas banhadas a ouro penetram profundamente na pele, promovendo coagulação, aquecimento e reorganização das fibras de colágeno”, afirma o médico. As microperfurações na pele facilitam a saída do pigmento da superfície da pele pelo processo de renovação celular. Com a vantagem de ainda estimular colágeno e renovar a pele, o tratamento clareador Melasma Cleanser é feito em três sessões com intervalo mensal entre elas. O tempo de recuperação também é outra vantagem: “No dia fica vermelho e inchado e no dia seguinte ou depois de dois dias não há mais nada”, afirma.

Lumina Face

Também do Solon, o protocolo Lumina Face é capaz de tratar, na mesma sessão, as mais diversas consequências do envelhecimento do tecido cutâneo, sendo indicado para o tratamento de manchas, sardas, vasinhos, flacidez, rugas e poros abertos. “Lumina Face reúne o laser Erbium:YAG Pro Collagen com a luz intensa pulsada Expert Light para promover rejuvenescimento completo da face”, afirma o dermatologista Dr. Abdo Salomão. Enquanto o laser Pro Collagen estimula o fibroblasto a produzir colágeno, retificando as células e, consequentemente, melhorando a textura da pele e promovendo o fechamento dos poros e a suavização das rugas, a aplicação do Expert Light, luz intensa pulsada focada no tratamento de manchas, sardas, vasinhos e outras alterações tanto de origem vascular quanto pigmentar, uniformiza o tom da pele. São recomendadas três sessões com intervalos mensais entre cada uma delas e com novas sessões sendo realizadas anualmente para manutenção dos efeitos do protocolo. A vantagem do procedimento é o fato de não possuir downtime, possibilitando ao paciente retornar as atividades imediatamente.

Supremo

Nova tecnologia de luz pulsada que acaba de chegar ao Brasil, o Supremo, da Basall, por meio do handpiece Supreme Care emite feixe de luz de 510 nanômetros, ideal para o tratamento de diversas alterações, entre elas as manchas. “O feixe de luz (510nm) é atraído pela melanina presente na epiderme, sendo transformado em calor (fototermólise). Desta forma, o pigmento é coagulado e destruído, eliminando as manchas”, explica a dermatologista Dra. Natássia Pizani, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e consultora científica da Basall. “Com relação à segurança, Supreme Care, através de seu exclusivo pulso quadrado, elimina o pico de energia no início do pulso e evita queimaduras; ao mesmo tempo, ele alia eficácia ao impedir a perda de energia no ?nal do pulso, aumentando a sua performance. Com ampla cobertura, a tecnologia distribui a energia de forma homogênea tornando o tratamento e?caz cobrindo uma área maior; e, por fim, a eficiência terapêutica é vista por explorar todo potencial da faixa terapêutica”, diz a médica. Para total segurança do usuário, o aparelho Supremo possui sistemas e?cazes de ventilação, que não deixam o aparelho esquentar aumentando a sua vida útil e protegendo o usuário de possíveis acidentes. Em média, são recomendadas quatro sessões com intervalos mensais para o tratamento de manchas, mas os resultados podem ser notados desde a primeira sessão.

Laser de picossegundos

Para tratar manchas escuras é recomendado o laser de picossegundos, que fragmenta o pigmento sem gerar calor na pele. “O laser de tratamento clareador, ao ser aplicado, é capaz de ‘despedaçar’ o pigmento. Quando falamos em um procedimento com duração de pulso em nanossegundos, ele é capaz de causar uma fragmentação do pigmento. Já o laser em picossegundos é mais rápido e causa uma microfragmentação, ou seja, o pigmento é espatifado em pedaços muito menores, o que facilita ao organismo eliminar esses pigmentos com menos efeito colateral”, afirma a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff. O tratamento com laser de picossegundos tem disparo ultrarrápido, que não aquece a pele, de forma que o tratamento é mais seguro e menos dolorido. De acordo com a médica, o tratamento não tem downtime (tempo de recuperação) e o paciente pode voltar imediatamente às atividades normais após a sessão. Em média são necessárias de duas a quatro sessões, a depender do tamanho ou do grau do melasma e manchas. O intervalo entre as sessões para manchas é de quatro semanas.

iPhoton

O tratamento de fotobioestimulação pode ser feito em casa com aparelho portátil iPhoton, da Basall. Ele é composto por três sondas de LED removíveis, emitindo luz vermelha & infravermelha (efeito anti-idade), azul (antiacne) e verde (suaviza manchas). “A irradiação da luz verde foi desenvolvida para controlar a hiperpigmentação e manchas da idade. Com o uso constante, as luzes proporcionam a sensação e o aspecto de uma pele mais macia, de tonalidade uniforme, mais clara e luminosa. A luz verde emitida pelos LEDs penetra na camada basal da derme e, portanto, ajuda a suavizar as sardas e manchas da idade, proporcionando uma pele clara e radiante”, diz a dermatologista Dra. Natássia Pizani. O aparelho pode ser usado diariamente.

Fontes:

BASALL: A Basall é a única empresa brasileira focada no desenvolvimento de soluções inovadoras para cuidados pessoais e estéticos, voltados para uso doméstico e profissional. Possui uma equipe especializada com médicos, profissionais da saúde, engenheiros e técnicos que trabalham constantemente para aprimoramento das tecnologias, tornando a Basall uma empresa à frente de seu tempo. Os aparelhos são cadastrados e certificados pela ANVISA e INMETRO, o que os torna eficazes e seguros para utilização de seus clientes. São muitos anos de pesquisa para o desenvolvimento das melhores tecnologias como IPL, LEDs terapêuticos, criolipólise, radiofrequência, combate à acne, depilação, entre outros. O resultado são dispositivos eficazes para rejuvenescimento, regeneração da pele, emagrecimento, bem-estar e beleza. Dentre seus sucessos, estão o iPhoton, IPhoton Mask, iDental, iFrost, iAcne e iPilator. Conheça mais: www.basall.com.br / https://www.instagram.com/basallbrasil/

• DRA. PAOLA POMERANTZEFF: Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, e participa periodicamente de Congressos, Jornadas e Simpósios nacionais e internacionais. http://www.drapaola.me/.

• DRA. KÉDIMA NASSIF: Dermatologista e Tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da Associação Brasileira de Restauração Capilar. Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, possui Residência Médica em Dermatologia também pela UFMG; realizou complementação em Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal, transplante capilar pela FMABC e em Cosmiatria e Laser pela FMABC. Além disso, atuou como voluntária no ensino de Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. www.kedimanassif.com.br

• LMG: A LMG é uma empresa que atua no mercado nacional tendo como objetivo de trazer soluções completas em equipamentos para tratamentos estéticos e dermatológicos. Os equipamentos respeitam os mais rigorosos padrões de segurança e qualidade estabelecidos por órgãos oficiais. Trata-se de uma empresa realmente comprometida, que vislumbra aumentar e melhorar o escopo de tratamentos. Laser, radiofrequência, cavitação e criolipólise em aparelhos consagrados como a Plataforma Solon e o Total Sculptor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui