Negociação para desapropriar casas na Rua Saldanha Marinho fracassa e EMDEC já admite fazer BRT em rua estreita

A EMDEC está fazendo mais uma lambança e começa a inviabilizar o BRT na região central com ideias sem pé e nem cabeça. Depois de acertar o afunilamento da via na região do Jardim das Roseiras, para que não houvesse desapropriação na Avenida John Boyd Dunlop, agora o grandiosíssimo secretário de transportes Carlos José Barreiro veio com uma história totalmente descabida para o trecho no Centro.

De acordo com o engenheiro elétrico, a EMDEC já estuda não ter que desapropriar nenhuma construção na rua Saldanha Marinho, que é estreita e cheia de casas antigas. Engenheiros deverão apresentar alguma coisa sobre isso em até dez dias.

Pra variar, Barreiro não deu detalhes de nada, só disse que hoje em dia “a engenharia não tem limites” e que pode sim fazer o BRT ali sem ter que fazer desapropriações. Na verdade as negociações para a desapropriação fracassaram e a prefeitura não quer admitir. No ano passado Barreiro já tinha afirmado que ali era o trecho mais difícil de negociar e pelo jeito, jogou a toalha.


Agora imaginem um BRT numa rua estreita, com capacidade para apenas um veículo grande. O BRT já começa errado.

Da Redação ODC.

Outras notícias