Permissionários da 385 fazem abaixo assinado para prefeitura não passar a linha para as empresas

942

Os motoristas e donos das permissões que operam a linha 385 – Shopping Iguatemi X Terminal Metropolitano estão com um abaixo assinado pedindo para que a linha não deixe de ser operada pela cooperativa Cotalcamp. De acordo com o edital da licitação do transporte coletivo urbano de Campinas, essa linha está prevista para ser operada pelas empresas de ônibus.

A linha 385 é uma das mais rentáveis da cidade pois anda com grande número de passageiros a maior parte do dia, inclusive nos finais de semana e nos feriados pois transporta principalmente funcionários das lojas do shopping e do hipermercado Carrefour, que fica localizado no mesmo espaço. Por conta disso, os permissionários criaram o abaixo assinado, pois se a linha for perdida, representará uma grande queda na renda da cooperativa.

Uma das linhas mais bem operadas da cidade, a 385 tem veículos com intervalos curtíssimos até pelo fato do itinerário também ser pequeno. A grande parte dos passageiros gostam da operação já que não precisam ficar muito tempo no ponto e a viagem é curta. De acordo com os permissionários, se a linha for para as empresas de ônibus, ela perderá em qualidade e eficiência.

A reportagem do ODC entrou em contato com a diretoria da cooperativa Cotalcamp porém até o momento não houve resposta.

HISTÓRICO DA LINHA

A linha 385 foi criada em 1980 com o prefixo 3.19 e iniciou sua operação pela empresa C.C.T.C., fazendo a ligação entre o então recém-inaugurado Shopping Iguatemi com a Rodoviária. Com a saída da empresa da cidade, passou a ser operada pela empresa Viação Campos Gerais em 1988 com o prefixo 2.09. No ano seguinte, foi assumida pela empresa Viação Itacolomy, que a operou até 1995, quando o prefixo mudou de novo, desta vez para 3.49 e foi assumida pela empresa TUCA. Em 2005, com a entrada em vigor do InterCamp, o prefixo mudou de novo, ganhando o número atual (385), indo para as mãos da Cotalcamp. Em todas as empresas a linha sempre recebeu os melhores veículos das empresas, porém o intervalo variava. Os passageiros dizem que atualmente é a melhor operação do itinerário.

Da Redação ODC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui