Ultrapassada, rede de transportes de Campinas precisa ser renovada, mas “medo” barra iniciativas

Publicado em:

A rede de transportes de Campinas é extremamente defasada, e infelizmente isso não deverá ser resolvido com a licitação do sistema, algo que parece não chegar nunca.

A Emdec não tem o interesse em fazer o redesenho da rede campineira de linhas de ônibus, também pelo fato de não ter o interesse de fazer uma divulgação massiva de futuras mudanças.

Não é possível saber ao certo qual o medo da prefeitura em fazer alterações incisivas na rede de transporte. Muitas das linhas que circulam hoje são da época da televisão em preto e branco.

Hoje a dinâmica da cidade é completamente diferente, mas ainda falta bom senso para redesenhar tudo. É possível fazer, irá causar um transtorno inicial aos usuários, mas tudo pode ser feito de forma gradual e com muita informação.

O problema na verdade está na falta de informação, marca registrada da Emdec. Se nem nos terminais há informação suficiente, imagine se for feita uma alteração da rede de transportes.

Só para se ter uma ideia, algo muito simples de se fazer é colocar um recado no pára-brisas dos carros, indicando as mudanças. Isso ajuda muito, mas o mínimo possível é colocado nos itinerários e não deixam por o papel no vidro.

Quando as linhas mudaram de número em 2005, todos os coletivos andavam com um papel escrito: “ANTIGA LINHA XXX”, o que ajudou muito a população. Hoje, nem isso pode mais ser feito por algo que chamam de ‘estética’.

Há gente na Emdec preocupada com estética diante de um transporte caótico, pouco funcional e cheio de problemas. É necessário melhorar, mas a estética pode ser deixada de lado.

Da Redação ODC.
Leia também:
Após denúncia do ODC, Terminal Central volta a ser totalmente fechado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré