Vendedor ambulante é espancado por seguranças em estação de trem na Grande São Paulo

 Vendedor ambulante é espancado por seguranças em estação de trem na Grande São Paulo

Um vendedor ambulante de 32 anos foi espancado por seguranças terceirizados que fazem a vigilância nas estações de trem da CPTM na região metropolitana de São Paulo.


Gerson Gonçalves dos Santos estava vendendo chocolates e água em uma das composições quando os seguranças da empresa Albatroz o abordaram. De acordo com Gerson, os seguranças quebraram seu nariz e seu maxilar.

No hospital, o ambulante disse que não se lembra da ação pois estava desmaiado. De acordo com um dos seguranças, Gerson estava apresentando resistência depois de ter tido sua mercadoria confiscada.

Já no piso superior da estação de Carapicuíba, o vendedor teria tentado agredir o vigilante, que precisou revidar com um soco no rosto para se defender.

A CPTM anunciou que fez o afastamento dos vigilantes envolvidos no caso. O caso aconteceu no sábado, dia 02/01. Além disso, informou que não admite qualquer prática violenta nas suas dependências, porém ressaltou que a venda de qualquer coisa dentro dos trens é proibida.

Da Redação ODC.
Fonte: R7
Leia também: Prédio da Câmara Municipal de Campinas corre risco de desabar e andar inteiro é interditado

Outras notícias