Cruzamentos de Campinas ganham área reservada para motocicletas

·

·

·

Tags:

A Secretaria de Transportes (Setransp) e a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) iniciaram a implantação de sinalização de área reservada para acomodação de motos em dez cruzamentos semaforizados que registram alto índice de acidentalidade. A medida havia sido anunciada pelo prefeito Dário Saadi no início de novembro, durante o lançamento da campanha de segurança viária 3Rs (Respeite, Repense, Reduza), que busca conscientizar e mobilizar motociclistas para prevenir acidentes de trânsito.

“Estamos cumprindo a determinação do prefeito Dário e agindo na prevenção de acidentes de trânsito, principalmente com motociclistas, que, neste ano, apresentam aumento nas ocorrências. A área de espera nos cruzamentos semaforizados separa as motocicletas dos outros veículos, evitando a disputa por espaços e, desse modo, reduzindo as chances de acidentes”, revela o secretário de Transportes, Vinicius Riverete.

Até o momento, cinco pontos já foram sinalizados. Outros cinco cruzamentos receberão a nova pintura de solo nos próximos dias. “Durante o mês de novembro, mapeamos e realizamos vistorias técnicas em dez cruzamentos que apresentam potencial risco de acidentes, no eixo das avenidas John Boyd Dunlop e Amoreiras; e, também, na região central. Agora, estamos realizando a sinalização, que deverá ser concluída até meados de dezembro. É mais uma importante ação em defesa da vida no trânsito”, enfatiza o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva.

A ação se soma às blitzes educativas, onde os motociclistas são orientados sobre fatores de risco para acidentes. Futuramente, outros cruzamentos poderão receber a nova sinalização.

Cruzamentos já sinalizados

Confira os cinco cruzamentos que já receberam a sinalização de acomodação de motos nos semáforos, totalizando 13 áreas:

– Avenida John Boyd Dunlop x Balão do Jardim Londres – quatro áreas de acomodação

– Avenida John Boyd Dunlop, altura do Terminal Satélite Íris – três áreas

– Avenida John Boyd Dunlop, altura da Pirelli – duas áreas

– Avenida Ruy Rodriguez, altura da ponte sobre o rio Capivari – duas áreas

– Avenida das Amoreiras x Rua Itapecerica da Serra – duas áreas

Próximos cruzamentos

Confira os próximos cinco cruzamentos que receberão a nova sinalização, totalizando mais 14 áreas de acomodação

– Avenida Francisco Glicério x Rua General Osório – duas áreas de acomodação

– Avenida Andrade Neves x Avenida Campos Sales – duas áreas

– Avenida Andrade Neves x Avenida Barão de Itapura – duas áreas

– Avenida Orosimbo Maia x Rua Dr. Delfino Cintra – cinco áreas

– Avenida Dr. Moraes Salles x Rua Irmã Serafina – três áreas

Campanha 3Rs e acidentalidade

Respeitar as regras de trânsito, repensar comportamentos adotados nas vias e reduzir a velocidade. Estes são os motes da campanha de segurança viária batizada de 3Rs (Respeite, Repense, Reduza), lançada no dia 4 de novembro. A ação é liderada pela Setransp e pela Emdec, com apoio das secretarias de Saúde e Segurança Pública.

O símbolo da diferença (≠) foi adotado como marca da mobilização, já que o objetivo é fazer a diferença nos números relacionados à acidentalidade e na preservação de vidas no trânsito. Além de blitzes educativas, que ocorrerão até o início de 2022, vias do município receberão faixas educativas e painéis. Spots estão sendo veiculados em rádios, e as redes sociais da Emdec e da Prefeitura recebem postagens alusivas à campanha.

As orientações da campanha são reforçadas no ciclo de palestras “Motociclistas 3Rs”, no qual educadores da Emdec apresentam dados estatísticos sobre as causas e consequências da violência no trânsito. O público é estimulado a refletir sobre os comportamentos adotados no trânsito e sobre a sua responsabilidade para a defesa da vida.

De acordo com dados estatísticos da Emdec, a quantidade de óbitos de motociclistas nas vias urbanas, de janeiro a outubro de 2021, é 33,3% maior, em comparação a 2020. Neste ano, até outubro, das 51 vítimas fatais no trânsito campineiro, 28 são motociclistas, representando 54,9% do total.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também: Começa obras da ciclofaixa do Jardim Aurélia, que será integrada ao BRT