Família morta em Campinas: “não queria ver minha filha órfã”, disse homem


Em novo depoimento, na tarde desta terça-feira, o homem que matou a esposa, sogra e filha de 3 anos explicou o que “motivou” a série de crimes.

Miqueias Bernardes, de 30 anos, disse que foi traído pela esposa, Claudia Bernardes, 32, e que por isso decidiu matar a esposa.

A sogra, Creuza Felicio, 71, foi morta porque “se interferia muito” na vida do casal.

“Na mente dele, matar a filha seria a melhor solução, porque ela ficaria sem a mãe, sem a avó e sem o pai, porque ele ficaria preso”, disse o delegado assistente da 2ª Delegacia de Defesa da Mulher de Campinas, Mateus Rocha.

Confirmando suspeitas já levantadas pelo ODC durante o dia, Miqueias matou primeiro Creuza a golpes de enxada. Na sequência, a filha Manoela.

Em choque com tudo, Claudia ainda tentou lutar com o homem, mas foi atingida e agonizou durante horas.

Nisso, Miqueias acabou indo ao terreno onde fica a casa dele e dormiu no chão.

Ele acordou às 9h desta terça-feira (18) e ligou para a polícia.

O delegado assistente disse que, durante todo o depoimento, Miqueias se mostrou “calmo” e em nenhum momento mostrou arrependimento em ter matado a própria família.

Conteúdo relacionado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré