Família morta em Campinas: sogra teria sido primeira vítima

 Família morta em Campinas: sogra teria sido primeira vítima

Foto: Wagner Souza/Colaboração para o ODC

A investigação da Polícia Civil sobre o caso da família morta no Jardim Aeroporto, em Campinas, quer tentar descobrir como a ordem dos crimes aconteceu.

Segundo informações levantadas horas após o crime ter sido descoberto, na manhã desta terça-feira, Creuza Aparecida Felicio, de 71 anos, foi morta primeiro por Miqueias Bernardes Santana, de 30 anos.

Nisso, o homem teria usado uma enxada para golpear a cabeça da sogra.


A filha de 3 anos do casal, Manoela Bernardes Santana, teria sido atingida logo na sequência, após um “surto” dele.

Cláudia, de acordo com o que foi apurado, teria sido morta perto das 9h, momento em que Miqueias ligou para a Polícia Militar dizendo que “tinha feito uma besteira”.

Em depoimento, na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher, ele não demonstrou nenhum arrependimento pelos crimes.

Vizinhos contaram que Miqueias era alcóolatra, e esse pode ser o motivo da briga do casal que terminou na tragédia.

Outras notícias