Tolerância com o que acontece no Centro de Campinas complica planos de recuperação

Publicado em:

A tolerância com muita coisa errada que acontece na região central de Campinas faz com que a revitalização acabe ficando cada vez mais difícil, e a população segue se afastando.

A maioria das coisas podem ser resolvidas de forma muito simples, mas falta boa vontade. Além de tudo isso, a segurança também não anda aquelas coisas, com a Guarda Municipal passando poucas vezes.

Uma das grandes reclamações da população era a falta de sanitários públicos no Centro. A prefeitura fez o esforço de colocar os sanitários bem no antigo Convívio, atrás da Catedral Metropolitana.

O local está aberto todos os dias, com limpeza e condições de uso, porém ainda há gente que tem a capacidade de urinar no chão a poucos metros dali, e não é por problema de saúde.

Além disso, o lixo no chão é algo que nem precisaria ser comentado, pois vai de cada um ter a educação e a hombridade de jogar o respectivo papel ou outro material em uma lixeira, que por sinal tem várias espalhadas pela cidade.

Será que nesses casos não caberiam orientações básicas para a população? Ou ao menos campanhas educativas nos meios de comunicação massivos para que a população se conscientize de que parte da responsabilidade pelo novo Centro também é dela.

Mas a prefeitura parece estar preocupada em ficar falando do cachorro quente que fica na frente do Paço, ou então do campinho de futebol de algum bairro, tudo narrado por pessoas sem qualquer carisma.

A prefeitura pode sim cuidar da cidade e da população. Basta ter vontade e gente que saiba trabalhar.

Da Redação ODC.
Leia também:
Veterinários Móveis de Campinas vão ficar no S. Diego e no DIC por mais alguns dias

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré