Água purificada traz bem-estar e benefícios à saúde

·

·

·

Tags:

Saúde é um tema que as pessoas em algum momento se preocupam e o reflexo disso é o aumento da expectativa de vida entre a população a cada ano. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o aumento da expectativa de vida é de 76,6 anos, um aumento de 2 meses e 26 dias desde os últimos dados de 2020.

A água tem influência direta sobre a saúde, a qualidade de vida e o desenvolvimento do ser humano. Para a Organização Mundial da Saúde (OMS) e seus países membros, “todas as pessoas, em quaisquer estágios de desenvolvimento e condições socioeconômicas têm o direito de ter acesso a um suprimento adequado de água potável e segura”.

Segundo relatório da Organização Pan-Americana de Saúde, a qualidade da água, por si só (em particular a qualidade microbiológica da água), tem uma grande influência sobre a saúde. Se não for adequada, pode ocasionar surtos de doenças e causar sérias epidemias. Os riscos à saúde, associados à água, podem ser de curto prazo (quando resultam da poluição de água causada por elementos microbiológicos ou químicos) ou de médio e longo prazos (quando resultam do consumo regular e contínuo, durante meses ou anos, de água contaminada com produtos químicos, como certos metais ou pesticidas).

Segundo a Asstefil, empresa especializada em soluções sustentáveis em tratamento de água voltadas à saúde e a vida, consumir água potável e de qualidade é importante para a manutenção da saúde e uma vida saudável.

Muitas pessoas podem acabar por não considerar a importância do consumo de água filtrada e acabam por consumir água direto das torneiras e do encanamento das ruas. Mas todo cuidado é necessário.

Segundo o médico Dr. Lair Ribeiro, médico, cardiologista, nutrólogo, ao beber água, ela deve ser pelo menos filtrada e processada por algum sistema de filtragem como forma de realizar uma limpeza mínima da água que vem dos encanamentos das ruas, pois sem essa filtração pode chegar ao organismo com partículas de contaminação, prejudicando órgãos como os rins, que trabalha mais para filtrar essas impurezas.

Segundo a REBOB, Rede de Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas, o corpo é composto por 70% de água, sendo assim, compreendemos porque o corpo necessita desse líquido todos os dias como forma de repor nutrientes e o balanço de funções orgânicas. Manter-se hidratado com água limpa e potável deve trazer inúmeros benefícios como hidratação da pele, fortalecimento de unhas e cabelos, lubrificação dos olhos, hidratação das mucosas, regulamento da temperatura corporal, auxílio na desintoxicação e equilíbrio da função renal.

Segundo a EV Ambiental, o consumo de água potável também pode ajudar na saúde do nosso planeta com o uso reduzido de garrafas, consequentemente produzindo menos lixo solto no meio ambiente e ajudando a reduzir a poluição por menos produção de plástico. De acordo com o último Censo da Reciclagem do PET no Brasil, foram recicladas 55% das embalagens PET descartadas pela população em 2019, permanecendo o restante em degradação no meio ambiente.

São aproximadamente 311 mil toneladas, 12% acima do que foi registrado em 2018. É um mercado de R$ 3,6 bilhões e corresponde a 36% do faturamento total do setor no país. Apesar da reciclabilidade relativamente alta, ela ainda é insuficiente. Portanto, o ideal é evitar o consumo de PET e de qualquer outro derivado do petróleo.