Aprenda a ser usuário e não apenas estar nas redes sociais

 Aprenda a ser usuário e não apenas estar nas redes sociais

O uso cada vez das tecnologias e as ferramentas advindas dela, mudou a forma das pessoas se relacionarem nos mais diversos âmbitos.

Criada, a priori, como forma de interação pessoal, as redes sociais ganharam um cunho, cada vez maior, comercial.

O problema com isso, é que as pessoas desconsideram um importante ponto, que é destacado por Thiago Shimada, mentor de donos de negócio.

“Você tem que usar as redes sociais, não apenas estar nelas”.


O destaque de Shimada ocorre pelo entendimento necessário de que: é preciso, antes de tudo, entender o canal em que se atua.

Não adianta estar em uma rede social apenas por estar.

É preciso gerar conteúdo, agregar valor para as pessoas que acompanham e socializar adequadamente com elas.

Pensando nisso, Shimada destacou alguns pontos que são essenciais para conseguir ser usuário nas redes sociais de forma proveitosa, ao invés de apenas estar nelas.

Entenda o valor que você oferece

A partir do momento que você entende quem você é, o próximo passo é compreender o seu valor.

É importante apresentá-lo de uma forma marcante, para que você não seja apenas mais um apresentando o produto/serviço que vende.

Por exemplo: suponha que você tem um negócio de bolo caseiro.

É preciso agregar valor a essa comunicação, gerar uma memória afetiva, ser uma somatória de experiências.

Do contrário, você será apenas mais uma empresa que vende bolos, sem nenhum diferencial.

Seja interessante

Lembre sempre a importância de manter um diálogo com as pessoas que acessam sua página.

Não seja mono assunto.

Busque forma de interagir com as pessoas, ajudar na resolução de possíveis problemas.

Voltando ao exemplo de um negócio de bolos caseiros.

Ensine como fazer o bolo, a cobertura, gere valor para aquilo que está sendo mostrado.

Crie um bom storytelling

Garanta que sua comunicação tenha um início, meio e fim.

Busque envolver, engajar e se contextualizar dentro desse canal. Sempre que possível, use recursos como fotos, textos, reels.

Mas, atenção: não é preciso, necessariamente estar em todos. E sim usá-los com profundidade quando for o caso.

Seja usuário

Por fim, o principal ponto até aqui: esteja conectado.

Interaja com o usuário: responda, curta, comente.

Lembre-se que aquilo que fazemos no mundo real, vale para o online.

Esteja próximo do seu público, mantenha contato. Fazer o simples, muitas vezes, é o melhor caminho para o sucesso.

Outras notícias