Campinas confirma terceira morte por febre maculosa


A cidade de Campinas, cheia de problemas a serem resolvidos, agora ainda tem que lidar com o surto de febre maculosa. Três pessoas já morreram.

Tudo começou em uma festa realizada na Fazenda Santa Margarida, localizada no distrito de Joaquim Egídio.

O distrito já é considerado uma área de risco para a proliferação da doença, que é transmitira por meio do carrapato-estrela.

A doença não se transmite entre pessoas, por isso não há o risco de acontecer uma proliferação em massa como foi durante a pandemia do novo coronavirus.

Depois que aconteceram as mortes, a Fazenda Santa Margarida foi notificada e poderá fazer novos eventos apenas depois de apresentar um plano de contingência ambiental e de comunicação.

Somente neste ano foram cinco casos confirmados de febre maculosa na cidade, e todas as pessoas morreram.

A doença tem cura, desde que seja diagnosticada no começo, para que o tratamento com antibióticos seja imediatamente iniciado.

Se você esteve em área de vegetação com presença de carrapato ou capivara, e apresenta febre alta, procure imediatamente uma unidade de saúde.

José Gaveta – Da Redação ODC.
Leia também:
Pólo Cervejeiro faz festa junina no Taquaral neste próximo final de semana

Conteúdo relacionado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré