Carnaval em Campinas teve mais de 100 mil foliões nos blocos de rua

·

·

·

Tags:

O Carnaval em Campinas teve saldo positivo de público, de quantidade e pluralidade cultural dos blocos de rua, que foi muito maior que o esperado pelos organizadores. Considerado o “Carnaval da Retomada”, a festa popular atraiu cerca de 100 mil foliões que foram às ruas e praças da cidade ao longo de três finais de semana de fevereiro. Foram cerca de 60 desfiles de blocos e festas carnavalescas – superando os 44 em 2020.

Este ano, os foliões se espalharam por toda a cidade com a apresentação dos blocos em novas regiões da cidade como Nova Europa, Vila Georgina e Jardim Shangai, Padre Anchieta, Jardim do Trevo, Costa e Silva, Vida Nova, Vila Teixeira, Vila Castelo Branco, além do Centro, Cambuí e distritos de Barão Geraldo, Sousas e Joaquim Egídio.

Os blocos saíram em diferentes tamanhos, dos pequenos aos maiores e tradicionais até os mais variados estilos e tribos; do samba, do reggae, do rock e do afoxé ao eletrônico.

Chamou a atenção também a participação de quatro das escolas de samba: Rosas de Prata, Estrela D´Alva, Unidos do Shangai e Leões da Vila Padre Anchieta, que mantiveram viva a tradição do Carnaval pelas rodas de samba nas suas comunidades.

“Este Carnaval vai ficar na história de nossa cidade”, disse o prefeito de Campinas, Dário Saadi, que esteve na abertura oficial. Dário ressaltou o trabalho, o esforço e ação integrada dos organizadores dos blocos, das diversas secretarias da Prefeitura, órgãos, autarquias e as forças de segurança que “entregaram à nossa cidade um Carnaval maravilhoso, com muita alegria dos foliões e saldo positivo”.

A secretária de Cultura e Turismo, Alexandra Caprioli, destacou a dedicação de todos os envolvidos na realização do pré ao Carnaval. Ela agradeceu a parceria de todas as forças de segurança e órgãos envolvidos: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Guarda Municipal, Secretaria de Serviços Públicos, Secretaria de Planejamento e Urbanismo, Cimcamp, Emdec, Setec, Samu, Sanasa, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária.

“Foi muito importante a integração e sinergia de todos que deram a estrutura ao Carnaval da Retomada em nossa cidade”, acrescentou a secretária. Alexandra também ressaltou a parceria com os blocos por “oferecerem à cidade uma festa tão bonita que trouxe milhares de pessoas às ruas. A presença dos foliões em todos os eventos carnavalescos mostrou como todos estavam ansiosos por esta festa. Estamos muito felizes em entregar o melhor Carnaval da retomada à nossa cidade”, disse.

Outro ponto importante, segundo a secretária, foram as emendas impositivas de vereadores da Câmara Municipal de Campinas, que permitiram investir na estrutura adequada aos blocos e foliões.

O diretor de Cultura, Gabriel Rapassi, enfatizou a diversidade que se expressou no Carnaval da Retomada em Campinas, com a presença dos blocos como o União Altaneira e Tomá na Banda quanto a predominância de blocos pequenos espalhados pela cidade com vários estilos.

“O Ruffneck, que mantém viva a cultura do reggae; o CarnaRock, que trouxe a banda Cólera, as baterias das escolas de samba; o Afoxé Ilê Ogum e outros ritmos. Tudo isso mostra a vitalidade da cultura da cidade em conexão com o trabalho da Secretaria de Cultura e Turismo”, disse Rapassi.

Enredo

Famílias de todas as idades, com crianças, idosos e até caravanas de outras cidades foram às ruas atrás das marchinhas e dos blocos que capricharam nos figurinos. Os desfiles espalhados por vários pontos da cidade eram de manhã, tarde e noite e todos terminaram nos horários combinados.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Evento das Lojas Americanas abala o mercado de crédito brasileiro