Caso do Baroneza: saiba o que a Polícia Militar encontrou quando chegou ao local

 Caso do Baroneza: saiba o que a Polícia Militar encontrou quando chegou ao local

Foto: Wagner Souza / colaboração para o ODC

A Polícia Militar deu mais detalhes de como encontrou a criança que foi agredida pela mãe na casa onde elas moram, no Jardim Baroneza, na tarde desta quarta-feira (5) em Campinas.

O capitão José Pereira Júnior disse que a PM recebeu uma denúncia anônima de vizinhos que ouviram o choro da criança.

“Assim que a equipe soube desse caso, veio imediatamente para o bairro. Na residência, o proprietário deu a chave da edícula, onde as duas viviam. Quando os policiais abriram a porta, encontraram a criança”

A mãe, de 24 anos, teria agredido a menina com pedaços de madeira.


O capitão conta que o cenário era desolador.

“Havia muito sangue em toda a casa, cabo de vassoura quebrado — o que a gente imagina ter sido usado para a agressão. Os policiais chamaram imediatamente o SAMU, que fez o resgate da garota”, afirmou.

A menina foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do Jardim São José com ferimentos na região dos olhos.

Os policiais chegaram a fazer buscas para encontrar a mãe.

Mas, ela não estava nas redondezas.

“Enviamos policiais para a rodoviária e terminais de ônibus, mas cerca de 20 minutos depois, a mãe apareceu. Ela disse que tinha ido ao centro da cidade”, contou.

A mulher foi presa em flagrante e levada para a delegacia.

A criança segue internada na UPA para observação das agressões.

Outras notícias