Crimes contra taxistas têm queda de 60% em dois anos em Campinas


O número de crimes contra taxistas em Campinas teve uma queda de 60% nos últimos dois anos. Em 2018 foram registrados 20 assaltos, contra 8 no ano passado.

Os taxistas atribuem a queda na criminalidade à identificação nos carros, que inibe a chegada de bandidos. Alguns acreditam que os criminosos migraram para os carros de aplicativos.

Como houve redução no número de táxis em circulação, acredita-se que isso também seja um motivo. Os taxistas também criaram grupos no WhatsApp e em caso de situação de risco, eles já se comunicam. Quando há algum passageiro suspeito, todos se comunicam e acompanham a corrida até o final.

O número de mortes também despencou. A última morte que envolveu algum taxista em Campinas aconteceu há sete anos atrás.

Da Redação ODC.

Conteúdo relacionado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré