Crimes contra taxistas têm queda de 60% em dois anos em Campinas

44

O número de crimes contra taxistas em Campinas teve uma queda de 60% nos últimos dois anos. Em 2018 foram registrados 20 assaltos, contra 8 no ano passado.

Os taxistas atribuem a queda na criminalidade à identificação nos carros, que inibe a chegada de bandidos. Alguns acreditam que os criminosos migraram para os carros de aplicativos.

Como houve redução no número de táxis em circulação, acredita-se que isso também seja um motivo. Os taxistas também criaram grupos no WhatsApp e em caso de situação de risco, eles já se comunicam. Quando há algum passageiro suspeito, todos se comunicam e acompanham a corrida até o final.

O número de mortes também despencou. A última morte que envolveu algum taxista em Campinas aconteceu há sete anos atrás.

Da Redação ODC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui