Editorial: A importância de Gugu Liberato na história da TV brasileira e na alegria do povo

 Editorial: A importância de Gugu Liberato na história da TV brasileira e na alegria do povo

O Brasil acorda hoje, sábado, dia 23/11, mais triste. A morte do apresentador Gugu Liberato representa uma perda irreparável para toda a televisão brasileira.

Não há como lembrar dos anos 80 sem lembrar de Gugu. Sua trajetória na televisão está intimamente ligada à popularidade, aos programas simples, com muita música, brincadeiras e diversão. Quem ligava a TV para se divertir, encontrava nos programas apresentados por Gugu justamente isso: muita alegria e bom humor.

Sempre com um sorriso no rosto, Gugu levou alegria para os lares de todo o Brasil para públicos de todas as idades. Programas infantis, para adolescentes, adultos, ou seja, todos eram de certa forma se sentiam “atendidos” pela diversão levada até à TV.


Apesar disso, em algumas ocasiões Gugu tinha que reportar casos que iam de encontro com o propósito de seu programa, como a morte dos integrantes da banda Mamonas Assassinas, ocorrida na noite de 2 de março de 1996. É uma data que ainda está marcada na cabeça de muita gente e principalmente por conta de seu programa. Mesmo assim, os momentos felizes do grupo em seu programa meses antes foram exibidos à exaustão, pois a alegria era seu maior objetivo na frente das câmeras.

Nós do ODC, que em sua maioria viveu esse tempo, nos solidarizamos com todos os familiares, amigos, espectadores e fãs que hoje choram a perda de um símbolo da TV brasileira, tão respeitado por absolutamente todas as emissoras. Hoje, estamos tristes por sua partida, mas na certeza de que sua missão foi cumprida com maestria.

Obrigado Gugu, por nos fazer felizes e nos divertir por tanto tempo. Vá em paz.

Equipe ODC.

Outras notícias