Emdec bate recorde de arrecadação de multas; Culpa é de motorista imprudente, diz empresa

 Emdec bate recorde de arrecadação de multas; Culpa é de motorista imprudente, diz empresa

O valor em dinheiro das multas arrecadadas pela Emdec em Campinas bateu novo recorde histórico. Em 2019 foram arrecadados R$ 102,6 milhões, R$ 8 milhões a mais do que o arrecadado no ano anterior. Esse é um recorde durante a gestão Carlos José Barreiro, que está no cargo desde 2014.

Em cinco anos, o aumento percentual na quantidade de dinheiro arrecadado é da ordem de 60%. Tudo isso representa um lucro bruto de R$ 65,2 milhões para a empresa. A média mensal de arrecadação com multas chegou a R$ 8,55 milhões, tendo dezembro e janeiro os meses com o maior número de multas aplicadas. O mês que menos deu multas foi março.

Uma lei municipal, que obviamente foi rejeitada pelos vereadores jonistas, previa que a Emdec divulgasse onde todo esse dinheiro estaria sendo investido, mas o caso foi judicializado e agora a empresa divulga os números em http://www.emdec.com.br/transparencia, para todos os munícipes.


Em nota oficial ao jornal Correio Popular, a Emdec informa que o aumento da arrecadação se dá por culpa dos motoristas, que não cumprem as leis de trânsito. E com o aumento no número de multas, houve queda no número de mortes. A maior arrecadação também seria por conta do início da possibilidade de parcelamento das multas, inclusive as antigas. A Emdec reitera que o dinheiro correspondente àquele mês diz respeito ao recebimento do valor naquele período, e não que a multa foi aplicada naquele mês.

A maior parte do dinheiro foi para planejamento de vias (então é dinheiro no lixo, pois a Emdec não tem planejamento de nada) e a menor parte foi para projetos de educação para o trânsito.

Da Redação ODC.

Outras notícias